WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Polícia Federal de Uberaba fez a prisão na noite deste domingo (24). Ele é um dos assassinos mais procurados no Ceará, segundo a PF

criminosoSuspeito usaria um nome falso para morar em
Uberaba (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Um dos assassinos mais procurados do estado do Ceará, segundo a Polícia Federal (PF), foi preso em Uberaba na noite deste domingo (24). A polícia informou que Francisco Jairton Teixeira Martins, 30 anos, tinha diversos mandados de prisão em aberto e apresentou uma identidade falsa durante a abordagem. A Polícia Federal afirmou que ele é suspeito de matar 39 pessoas. Com ele, foi apreendida uma pistola .45, de uso restrito das Forças Armadas.

O delegado chefe da Polícia Federal em Uberaba, Carlos Henrique Cotta D’ângelo, disse que a equipe da PF do Ceará tinha suspeita de que Francisco estaria em Uberaba. “Fomos informados de que ele moraria e queria montar uma casa em Uberaba com nome falso. Confirmamos, inclusive, que ele traria os familiares, constituiria uma empresa com nomes falsos e já estava com filho matriculado na escola”, disse.
No momento da abordagem, de acordo com o delegado, Francisco apresentou um nome falso. “Ele tem vários mandados pela Justiça do Nordeste, a maioria do Ceará. Em um dos mandados é imputado a ele e alguns familiares 39 homicídios. Tem mandados de outros homicídios e outros crimes também. A Polícia Federal do Ceará disse que ele é um dos mais procurados do Nordeste”, revelou o delegado.
Carlos Henrique disse, ainda, que a intenção de Francisco era de se mudar para fora do país. “Ele confirmou que a intenção dele era fugir para a Argentina, mas achou que dava para ficar aqui. Isso porque ele era procurado não só pela polícia, mas por rivais de outros grupos criminosos no nordeste”, ressaltou o delegado.
Crime na família
Segundo Carlos Henrique, durante depoimento Francisco alegou que o primeiro homicídio ele praticou aos15 anos e foi colocado na então Fundação Estadual para o Bem Estar do Menor (Febem) no Ceará. “Ele tem oito mandados em aberto por crimes variados. A família dele é toda envolvida com isso”, concluiu. Por enquanto, o suspeito continuará preso na Penitenciária Aluízio Ignácio de Oliveira.
Felipe Santos
Do G1 Triângulo Mineiro

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar