WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

 PT, Geraldo e Josias

                                                                                                  * Marco Wense

Não só na política, como em qualquer outra atividade, a criatura costuma se virar contra o criador, principalmente quando ela começa a andar com os próprios pés.

Foi o que aconteceu com os petistas Josias Gomes e o ex-prefeito Geraldo Simões, que de companheiros (sem aspas) passou a “companheiros”.

Josias chegou aqui em Itabuna, politicamente falando, “sem eira nem beira”, como diz a sabedoria popular. Logo, logo, arrumou um emprego na prefeitura no primeiro governo de GS.

Hoje, até as freiras do Convento das Carmelitas sabem que Josias faz de tudo para inferiorizar Geraldo como político, não medindo esforços para alcançar seu objetivo.

É evidente que a aproximação com Fernando Gomes, além da contrapartida de receber o apoio do alcaide para sua candidatura a deputado federal, tem também um gostinho especial: o de pirraçar Geraldo, que anda danado da vida com essa inusitada aliança.

Josias, no entanto, quer mais. Parece que levou o “Josias versus Geraldo” com a faca nos dentes e sangue nos olhos. O articulador-mor do governador Rui Costa é mais adversário de Simões do que de ACM Neto (DEM).

A mais nova investida de Josias Gomes contra o “companheiro” Simões é a eleição do diretório municipal, que vai escolher os delegados que vão votar no Congresso estadual, que acontece de 5 a 7 de maio.

O atual dirigente da Bahia, Everaldo Anunciação, que já foi vereador em Itabuna e aliado de Geraldo, não é candidato à reeleição. Alega, e com toda razão, que é preciso “criar unidade, já que a legenda vive um período de conturbação”.

Everaldo, no entanto, deixa escapar que essa unidade é muito difícil de alcançar, que só o nome do ex-governador Jaques Wagner evitaria uma disputa pelo comando da sigla e, como consequência, um racha entre as correntes.

Josias quer diminuir a influência de Geraldo no petismo de Itabuna e região, enfraquecer o “companheiro”. Com efeito, já vem fazendo isso há algum tempo e de maneira impiedosa, maquiavelicamente.

Pois é. Josias versus Geraldo é briga de “cachorro grande”. Ainda bem que os dois “cachorros” são vacinados.

                                 Conversa com Otto

Depois do carnaval, logo na primeira quinzena de março, o PDT de Itabuna, sob o comando do Dr. Antônio Mangabeira, vai marcar um encontro com o senador Otto Alencar (PSD).

Os dois médicos podem até falar um pouco sobre saúde, principalmente a pública, mas, com certeza, a conversa principal vai ser sobre política e, mais especificamente, sobre a eleição de 2018.

O diretório municipal vê com simpatia a sua pré-candidatura ao Palácio de Ondina, mesmo achando que ainda é cedo para qualquer tomada de decisão por parte do parlamentar.

Com efeito, o senador Otto Alencar já conhece o colega Mangabeira. Ficou alegre com sua excelente votação na última sucessão municipal, deixando para trás nomes como os do capitão Azevedo, Geraldo Simões, Davidson Magalhães e Augusto Castro.

É bom lembrar que o então candidato do PDT não fez coligação com nenhum partido e só desfrutou de 23 segundos no horário eleitoral. Nem o vice apareceu na telinha.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar