WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
dezembro 2017
D S T Q Q S S
« nov   fev »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: 8/dez/2017 . 12:35

Cabana Costa do Cacau – Réveillon 2018

Prefeitura de Ilhéus e seus desmandos. Regras para venda de alimentos na orla sul da cidade afeta baianas de acarajé

A menos de 20 dias para o inicio do verão o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre, publicou o decreto de nº132, na ultima quarta feira (29), impondo restrições operacionais aos vendedores ambulantes que, há anos, comercializam seus produtos e quitutes na orla sul da cidade.

Os artigos do decreto provocaram polemica, devido a incoerência de suas definições, já que dentre os textos da determinação encontra-se a proibição do “preparo e manipulação de alimentos, salvo aqueles expressamente permitidos”. A exigência da prefeitura paira em torno do cadastramento de comerciantes que terão que seguir critérios documentais e estruturais, moldados pela gestão, sem que haja tempo para que estes trabalhadores consigam recursos para atender as exigências proferidas e possam, finalmente, trabalhar neste verão.

Outro ponto do decreto foi alem, o prefeito de Ilhéus e toda sua “equipe dinâmica” estão impedindo que estes comerciantes coloquem “barracas de camping, balção, bancas ou similares, fogões, fogareiros, churrasqueiras e/ou assemelhados”, ou seja, qual outra atividade de produção de alimentos comercializados na orla possui característica restrita em produzir seus quitutes em estruturas fixas, senão as baianas de acarajé?

Para os desavisados da Prefeitura do Marão, o oficio das baianas é uma pratica já reconhecida como Patrimônio Imaterial da Cultura Baiana e visa garantir a preservação do ofício e a não alteração do seu modo de fazer e vender.

O prefeito de Ilhéus, mais uma vez demostrou para os ilheenses que não possui noção de gestão publica, nem que esta capacitado para comandar uma cidade de porte turístico e cultural como Ilhéus.

Em nota de esclarecimento, divulgada nesta terça feira (5), a prefeitura tentou minimizar a polemica, desqualificando os veículos que levaram a tona os pontos do decreto. Porém, a nota não se redime das clausulas apresentadas nem individualiza a atuação das baianas.

por Caliana Mesquita

Força-tarefa da Lava Jato devolve R$ 653,9 mi à Petrobras

O Ministério Público Federal (MPF) devolveu R$ 653,9 milhões para a Petrobras, em uma cerimônia na manhã desta quinta-feira (7). A procuradoria afirmou que esta foi a maior quantia já recuperada em uma investigação criminal. De acordo com a Folha de S. Paulo, a devolução foi possível por meio de acordos de colaboração e leniência da operação Lava Jato, firmados com as empresas Odebrecht e a Andrade Gutierrez. Essa foi a décima devolução de recursos desde maio de 2015, quando aconteceu a primeira. Com o repasse, o total de recursos transferidos desde o início da operação chega a aproximadamente R$ 1,475 bilhão. Este valor, porém, de acordo com o MPF, equivale a 13% dos R$10,8 bilhões previstos nos 163 acordos de colaboração e nos dez de leniência firmados. BahiaNoticias

MPF na Bahia ajuizou 306 ações contra atos de corrupção em 2017

No ano de 2017 o MPF ajuizou 306 ações contra atos de corrupção no Estado da Bahia. Até 06 de dezembro de 2017, a pedido do órgão, a Justiça Federal já proferiu 89 sentenças condenatórias no curso dessas ações cíveis e penais, que incluem atos de improbidade administrativa (Lei nº 8.429/92), crimes praticados contra a administração pública (Código Penal), crimes de responsabilidade de prefeitos e de vereadores (Decreto-Lei nº 201/67) e irregularidades em processos licitatórios (Lei nº 8.666/93).Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Corrupção, 9 de dezembro, o MPF apresenta 17 ações de destaque na Bahia durante esse ano, o que representa 5,6% do total de ações movidas em 2017. Apenas nessa pequena amostra são abordados atos e crimes que somam R$ 48.783.317,52 (quarenta e oito milhões setecentos e oitenta e três mil trezentos e dezessete reais e cinquenta e dois centavos) em recursos públicos desviados ou aplicados indevidamente. No total, são 55 envolvidos – entre denunciados e acusados –, sendo 10 ex-prefeitos, 17 outros agentes públicos e 11 pessoas jurídicas.Os prejuízos das ações destacadas incluem recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), do Sistema Único de Saúde (SUS) e dos Programas: de Atenção Básica (PAB), Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate), e de Saúde da Família (PSF). Entre as cidades, estão Barreiras, Cansanção, Cachoeira, Conceição do Jacuípe, Feira de Santana, Governador Mangabeira, Iguaí, Itacaré, Palmas de Monte Alto, Paratinga, Piraí do Norte, Piripá e Wenceslau Guimarães

Tribuna da Bahia

Embasa convoca 150 candidatos aprovados em concurso público

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou nesta sexta-feira (8) o edital de convocação de 150 candidatos aprovados no concurso público realizado em julho deste ano. A lista de convocados foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE). Foram convocados candidatos aos cargos de agente administrativo, operador de processo de água e esgoto, contador e analista de Tecnologia da Informação. O concurso público da Embasa ofereceu 600 vagas em 11 funções dos níveis médio, técnico e superior.Os convocados deverão apresentar os documentos exigidos no edital nos dias 19 e 20 de dezembro, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30, no Parque Deputado Paulo Jackson, na Avenida Juracy Magalhães Jr., Lucaia, no Rio Vermelho.

  • CHOCOLATE DE ILHÉUS APARECE ENTRE OS SETE MELHORES DO MUNDO
    16 de Março de 2018 | 15:50

    Um mais importantes jornais do sul do País, o Gazeta do Povo, de Curitiba, publicou ontem (13) reportagem especial, em seu caderno de turismo “Viver Bem”, que aponta Ilhéus entre as sete cidades produzem alguns dos melhores chocolates do mundo e são inspirações para o destino de férias de quem ama a iguaria. Reportagem assinada […]

    No Comments

  • PGR recorre de decisão e pede restabelecimento de condução coercitiva
    14 de Março de 2018 | 09:48

    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu de decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que, por meio de liminar concedida em dezembro, proibiu a condução coercitiva de investigados para interrogatório em todo o País. O recurso foi enviado ao ministro, relator do caso, nesta segunda-feira (12). A determinação de Gilmar atendeu […]

    1 Comment

  • RSSArchive


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia