WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  

:: 4/fev/2019 . 13:15

ISAQUIAS QUEIROZ ASSINA CONTRATO COM O FLAMENGO

O maior medalhista do Brasil numa edição de Olimpíada, com três conquistas, o canoísta Isaquias Queiroz assinou contratado com o Flamengo até os Jogos de Tóquio, em 2020. Nascido em Ubaitaba, no sul da Bahia, o atleta será a principal referência do Projeto Flamengo Náutico e poderá ter o contrato estendido até 2024. Além de destaque nos Jogos no Brasil, em 2016, o canoísta é dono de 10 medalhas em mundiais.

Isaquias Queiroz seguirá treinando e morando com a Seleção Brasileira de Canoagem, em Lagoa Santa, em Minas Gerais, e se deslocará para o Rio de Janeiro para treinamentos especiais.  O gerente de Remo e Canoagem do Flamengo, Marcello Varriale, explica que o clube está alinhado com o Comitê Olímpico do Brasil, já que o interesse é o mesmo, “dar suporte para que Isaquias conquiste medalhas olímpicas”.

Garantir vaga para os Jogos de Tóquio-2020, no Mundial da Hungria, em agosto, é uma das principais metas do atleta, que neste ano disputará o Pan-Americano e a Copa do Mundo de Canoagem. “Quero turbinar ainda mais minha carreira e ter meu nome entre os ídolos de um dos clubes mais importantes do país”, disse o canoísta baiano.

Homem que diz ter furtado R$ 24 para comprar comida se entrega à polícia em Canela: ‘Me arrependi’

José Patrick Pereira de Oliveira, 25 anos, não tem antecedentes criminais, segundo a polícia. Ação não teve violência, nem ameaça. Dinheiro foi usado para comprar pão, suco e carne

Morador de Canela se arrependeu de furtar dinheiro de loja e se entregou à polícia — Foto: Felipe Nyland/Agência RBS

Depois de furtar R$ 24 de uma loja, no Centro de Canela, na Serra d Rio Grande do Sul, José Patrick Pereira de Oliveira, 25 anos, se entregou à polícia. “Fiquei com remorso. Me arrependi. Fiz errado”. Segundo o delegado que investiga o caso, Vladimir Haag Medeiros, ele não tem antecedentes criminais e vai responder por furto.

“Foi sem violência e sem ameaça. Estou analisando os elementos do inquérito para avaliar se será indiciado ou não”. A pena, nesses casos, pode variar de 1 a 4 anos de prisão.

O homem justificou o assalto por estar passando por dificuldades para comprar comida.

Na sexta-feira (25), depois de várias tentativas para conseguir um emprego, José Patrick decidiu cometer um assalto. “Eu sentei na rodoviária e fiquei pensando. ‘Não tenho nada para levar para casa’. Eu estava muito nervoso porque nunca fiz isso antes. A guria também estava nervosa. Eu só disse ‘passa’ e ela me deu o que tinha no caixa”.

Ele chegou a ser abordado por policiais, que o identificaram como suspeito, mas conseguiu ser liberado. Em casa, José Patrick entregou o dinheiro à esposa, mas não contou sobre o assalto. Os R$ 24 foram usados para comprar pão, carne e suco.

“Eu disse que tinha conseguido o dinheiro emprestado, mas ela via meu nervosismo. À noite, eu disse para ela que iria no meu tio, mas fui direto para o presídio. Se eu tivesse dito a verdade, tinha magoado ela”.

No presídio, ele foi informado de que teria que ir até a delegacia. José contou aos policiais que, horas antes, havia furtado uma loja de roupas.

Cipe Chapada prende cinco traficantes em um só dia

Nas ações que aconteceram nas cidades de Palmeiras, Iaçu e Itaberaba foram localizados, arma, drogas e dinheiro.

A Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Chapada) prendeu no último sábado (2), Luiz Antônio Teodoro e Ivoneide Evangelista dos Santos no município de Palmeiras, Cristiano Arruda dos Santos, em Iaçu, e Cleisson de Almeida Nepomuceno e Paulo Victor Pereira Macedo na cidade de Itaberaba, todos envolvidos com o tráfico de drogas. As ações que aconteceram de formas distintas apreenderam maconha, cocaína, dinheiro e uma arma.

Luiz Antônio Teodoro, mais conhecido como ‘Paulista’ e Ivoneide Evangelista dos Santos, a ‘Neguinha’, foram presos em Palmeiras, após a unidade receber denúncia anônima. Com eles foram localizados 87 buchas de maconha e 428 gramas da mesma substância a granel, quatro pinos de cocaína, três relógios, três celulares, uma espingarda, 458 sacos para acondicionar as substâncias e a quantia de R$ 307. Os dois foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Seabra.

Já na cidade de Iaçu, Cristiano Arruda dos Santos, conhecido como ‘Zinho’, foi localizado em uma moto CG Titan 150 com placa JQR 9778, comercializando drogas em uma casa na rua do Fórum Municipal. No momento da abordagem ‘Zinho’ levou os policiais a uma casa onde ele havia acabado de deixar 40 pinos de cocaína. O receptor da droga não foi localizado. Cristiano e o material apreendido foram encaminhados para a DT de Itaberaba.


Cleisson de Almeida Nepomuceno, que já acumula antecedente criminal por tráfico de drogas, e Paulo Victor Pereira Macedo, por arrombamento, foram localizados em Itaberaba, no bairro Pé do Monte, com seis trouxas de maconha. Os dois também foram levados para a DT de Itaberaba.

A principal ferramenta que a gente tem utilizado para combater o tráfico de drogas é a parceria com a população que vem nos informando através do nosso canal de comunicação no aplicativo Whats App. Criamos um laço de confiança e mantemos o anonimato das pessoas”, contou o comandante de Cipe Chapada, major Ricardo Passos.

Ainda segundo ele, a prisão de tantos criminosos envolvidos com a venda de drogas traz um resultado muito positivo para a Chapada Diamantina. “A partir do momento que a gente combate o tráfico, contribuímos para a preservação de vidas. Estamos com quedas significativas na nossa região de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI)”, ressaltou.

PM baleado em tentativa de assalto

Um policial militar foi baleado durante uma tentativa de assalto, na Avenida Centenário, na madrugada deste domingo (3). Conforme informações da Polícia Militar (PM), quatro suspeitos, que fugiram em um carro, são procurados.

De acordo com a PM, a vítima passava de carro, por volta das 1h30, quando foi atingido por disparos de arma de fogo.

Segundo o órgão, o policial foi socorrido por uma equipe da 11ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Barra) e levado para o Hospital Português, onde passou por uma cirurgia. O quadro de saúde dele é estável.

Pacote de Moro inclui prisão em segunda instância e mudanças na legítima defesa

Pacote de Moro inclui prisão em segunda instância e mudanças na legítima defesa

Foto: Reprodução/ NBR

O pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, possui três pilares de combate: corrupção, crime organizado e crimes violentos. “Esses três problemas estão relacionados. Não adianta tratar de um sem tratar dos demais”, ressaltou o ex-magistrado durante a apresentação do programa nesta segunda-feira (4). Entre os pontos destacados por Moro estão a execução da pena a partir de condenação em segunda instância e mudanças no processo de identificação de casos com legítima defesa.

 

“O anteprojeto foi separado por temas, para facilitar a compreensão. Depois vai ser organizado em projeto de leis. Começa com as condenações em segunda instância. O Supremo [Tribunal Federal] já afirmou quatro vezes que é constitucional e nós queremos colocar na legislação geral”, defendeu Moro, citando que é papel do governo federal “liderar” o processo de mudança. “É para demarcar a posição do governo. O governo vai rever sua posição nas ações diretas de constitucionalidade a favor da execução em segunda instância”, completou.

 

Outro destaque das propostas na legislação penal é a execução penal a partir da condenação em tribunal de júri. “A medida visa aumentar a competência do tribunal do júri para esse tipo de crime. Estamos nos baseando nesses precedentes e sugerindo a mudança da legislação ordinária”, explicou o ministro.

 

LEGÍTIMA DEFESA

Apesar de falar sobre situações em que existe o excludente de ilicitude como no caso de legítima defesa, o ministro apontou que o governo federal vai sugerir uma mudança para delimitar regras mais explícitas para o enquadramento de casos. Moro, inclusive, citou a atriz Carolina Dieckmann como um exemplo e foi corrigido com o caso da apresentadora Ana Hickmann. Na situação da apresentadora, o cunhado dela atirou contra outro homem que tentou atacar Hickmann e foi absolvido pelo juiz, por entendimento que o caso “medo, surpresa ou violenta reação”.

 

Em resumo, o ministro da Justiça e Segurança Pública tratou o projeto anticrime como endurecimento contra crimes violentos. “Não é endurecimento geral. É nós sermos mais rigorosos com crimes mais graves é algo consistente com os anseios da sociedade”, garantiu.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia