Para que o folião tenha um atendimento de qualidade durante o carnaval, foram montados mais de 400 postos policiais nos circuitos oficiais de Salvador e em bairros da capital e na Região Metropolitana, que participam do festejo. 
A Polícia Militar terá 319 postos, a Civil 35 e o Corpo de Bombeiros 28. Eles são de vários tipos – de abordagens, elevados, de comando, de reunião de tropa, bases especiais e de integração – e   têm como objetivo fiscalizar os circuitos e as entradas e saídas da festa. O Corpo de Bombeiros possui nove postos de comando e o DPT cinco, onde serão realizadas perícias, elaborados laudos, conferidas identificações civis e identificadas drogas.
A novidade deste ano é a inclusão de três postos da Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher e um de Atendimento às Vitimas de Racismo e outros Delitos de Intolerância. “A finalidade é facilitar o folião na procura, em caso de algum problema, de um serviço especializado de qualidade dentro do circuito”, esclareceu o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira. 
A novidade deste ano é a inclusão de três postos da Delegacia Especializada em Atendimento a Mulher e um de Atendimento às Vitimas de Racismo e outros Delitos de Intolerância. “A finalidade é facilitar o folião na procura, em caso de algum problema, de um serviço especializado de qualidade dentro do circuito”, esclareceu o subsecretário da Segurança Pública, Ary Pereira de Oliveira.