WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
abril 2019
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

:: 25/abr/2019 . 10:28

Moro detona ex-primeiro-ministro português: “Não debato com criminosos”

José Socrates e Sérgio Moro fizeram algumas trocas de acusações

Nesta quarta-feira (24), o ex-primeiro-ministro de Portugal José Sócrates fez duras críticas ao ministro brasileiro Sérgio Moro, que criticou a Justiça de Portugal por não conseguir avançar processos de corrupção contra políticos.

Sócrates disse que Moro é “um ativista político disfarçado de juiz” e afirmou que o ministro brasileiro é um personagem. O ex-primeiro-ministro disparou: “Como juiz, indigno; como político, medíocre; como pessoa, lamentável”, apontou o ex-chefe de Estado português, que comandou o país 2005 e 2011.

Em entrevista ao programa ‘Fala Portugal’, transmitido pela RecordTV Europa, Moro rebateu as críticas e disse que não iria responder o político português que já foi acusado de corrupção: “Em relação à pessoa particular, não debato com criminosos pela televisão, por isso não vou fazer qualquer comentário”.

Em nota para a Agência Lusa, José Sócrates rebateu e considerou que “é impossível ler a declaração do ministro da Justiça brasileiro sem um esgar de repugnância”.

“Ela põe em causa os princípios básicos do direito e da decência democrática. Não, nunca cometi nenhum crime nem fui condenado por nenhum crime. Não posso aceitar ser condenado sem julgamento, muito menos por autoridades brasileiras”, escreveu o ex-político português.

Justiça de Ibatiba nega pedido de amante que exigia reconhecimento de união estável

Uma moradora de Ibatiba teve o pedido de reconhecimento de união estável negado pela Vara Única do município. Na ação, ela sustenta que chegou a morar com réu durante anos e que, juntos, eles possuem uma filha de 20 anos.

De acordo com a autora do processo, ela iniciou um namoro com o acusado em 1996, época em que ele já estaria separado da esposa. No mesmo ano, os dois começaram a conviver em união estável na região do córrego Santa Maria, em Ibatiba. Três anos depois, a mulher deu a luz a uma menina, fruto do relacionamento.

A autora da ação também afirmou que, em 2001, seu companheiro deixou o município e passou a morar na cidade do Itambacuri, em Minas Gerais, onde ele comprou uma propriedade. Lá, o casal passou a trabalhar com lavouras e na criação de gados.

Em 2011, a requerida precisou retornar para Ibatiba, onde deu início ao tratamento odontológico da filha. A mulher defendeu que, durante esse tempo, era visitada mensalmente pelo companheiro, que arcava com todas as despesas dela e da criança. Entretanto, no ano de 2014, o relacionamento entre eles chegou ao fim.

Em contrapartida, o réu alegou nunca ter morado com a autora, e sustentou que os dois mantiveram uma relação extraconjugal. Em sua defesa, duas testemunhas confirmaram a versão dos acontecimentos, entre elas, sua esposa, com quem é casado há 49 anos.

Em depoimento, a mulher do acusado sustentou que seu marido nunca morou com a requerente, mas reconhece que as partes mantiveram um relacionamento extraconjugal. Ela também confirmou que a relação resultou no nascimento de uma menina, a qual recebe pensão do pai até hoje.

“[…] o requerido deu uma casa à autora, no povoado de Cafelândia, para que ela cuidasse da filha deles; que eles nunca moraram juntos nesta casa […] Em dada época ela resolveu vender a casa para cuidar da vida dela próximo aos parentes no Espírito Santo e a filha dela com o requerido nasceu lá”, declarou a testemunha.

Segundo o magistrado da Vara Única de Ibatiba, o casal ter tido uma filha não configura, necessariamente, uma união estável, mas “uma relação ocasional e sem estabilidade”. O juiz também verificou que não existe no processo nenhuma testemunha ou até mesmo provas que sustentem as alegações da autora.

“[…]As únicas provas nos autos demonstram que o requerido apenas participava de festas de aniversário de sua filha e passeios com a mesma […] Sendo assim, não houve publicidade e notoriedade da relação, requisitos estes indispensáveis para se confirmar a união estável”, ressaltou o magistrado.

Além do apresentado na ação, o juiz também considerou que o fato do réu já ser casado é um impedimento legal, previsto no art. 1.521, do Código Civil de 2002, ao reconhecimento da união estável. Sendo assim, o magistrado julgou improcedente o requerimento da autora da ação.

Comissão de Tecnologia da Câmara Federal conhece sistemas da BA

Pioneira no Brasil nas implantações dos sistemas de Reconhecimento Facial e Leitura de Placas, a Bahia apresentou as suas ferramentas para a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal de Deputados. No encontro, realizado na manhã desta quarta-feira (24), em Brasília, o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, mostrou como funcionam os equipamentos e os resultados alcançados.


Identificando quem possui mandado de prisão em aberto e também pessoas com passagem pela polícia, respondendo em liberdade provisória, o sistema de Reconhecimento Facial foi o primeiro a ser demonstrado. Câmeras espalhadas no Aeroporto, Rodoviária de Salvador, Metrô, Arena Fonte Nova, entre outros pontos, auxiliam os trabalhos ostensivo e investigativo.

1
Apresentação da nova tecnologia


“Fechamos o primeiro trimestre na capital baiana com 15,4% de redução de homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte. Posicionamos tropas e iniciamos apurações a partir de movimentações suspeitas flagradas pelo equipamento”, contou Barbosa. Durante discurso, o caso do homicida foragido da Justiça flagrado no Carnaval 2019 foi lembrado. “Não adiantou se vestir de mulher. Acabou preso”, completou.

 

Com relação ao sistema de Leitura de Placas, o secretário salientou a diminuição de 18,6% dos roubos de veículos em Salvador. “Do nosso Centro de Operações e Inteligência acionamos as viaturas mais próximas de carros ou motos com restrições, flagrados pelo nosso equipamento. Abordamos e efetuamos o flagrante”, explicou Barbosa.

Janot vai advogar contra a Vale; ex-procurador tem o telefone clonado

Janot vai advogar contra a Vale; ex-procurador tem o telefone clonado

Foto: Senado Federal

Com a publicação do ato de aposentadoria prevista para esta quinta-feira (25), o ex-procurador-geral Rodrigo Janot se prepara para assumir, ao lado de Márcio Elias Rosa, contra a Vale, pro bono, para moradores do distrito de Macacos (MG) afligidos pela mineração.

A propósito, Janot enviou mensagem a alguns contatos nesta quarta (24) dizendo que seu telefone havia sido clonado. “Se houver alguma mensagem estranha ou algum pedido, por favor confirmam comigo. Hacker muito proativo.”

Bolsonaro pediu que ministros evitem temas polêmicos nas redes sociais

Bolsonaro pediu que ministros evitem temas polêmicos nas redes sociais

Foto: Marcos Corrêa / PR

O presidente Jair Bolsonaro fez um pedido para que os ministros de seu governo evitem comentar ou fazer publicações a respeito de temas polêmicos nas redes sociais. Segundo a Folha de S. Paulo, o assunto foi tratado na reunião ministerial que ocorre toda semana.

 

Um dos ministros presentes no encontro afirmou à Folha que o presidente disse que tem muito trabalho a ser feito e que certos comentários podem desviar o foco do que realmente importa.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia