WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
julho 2019
D S T Q Q S S
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

:: 5/jul/2019 . 13:41

Em ação rápida 6ª CIPM apreende motos e smartphones

Após cercados, suspeitos tentaram fugir pelo rio Itapicuru, mas acabaram presos em flagrante.

Alison dos Santos Batista da Silva, 20 anos, e Laique da Silva Araújo, 18 anos, foram presos em flagrante e três motos apreendidas, durante ação do 4º e 5º Pelotões de Emprego Tático Operacional (Peto) da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Rio Real), na noite de quarta-feira (4), na cidade de Itapicuru, na região Nordeste do estado.

Segundo o comandante da 6ª CIPM, major Alan da Silva, os assaltantes recebiam informações de um adolescente e de uma mulher através de celular. Fomos comunicados do roubo de uma moto e tomamos conhecimento das características dos suspeitos. Em seguidadirecionamos ao local onde os bandidos sencontravam e montamos o cerco”, explicou.

Alison e Laique tentaram fugir pelo rio Itapicuru, quando perceberam a presença das guarnições policiais, mas foram presos em flagrante conduzidos à Delegacia Territorial de Alagoinhas. Os informantes, Joyce dos Reis e um adolescente, que estavam numa outra motocicleta, também foram alcançados.

Estavam com um revólver, calibre 38, cinco munições – três pinadas e duas intactas – e quatro smartphones. Outras duas motocicletas, utilizadas para praticar assaltos, mais a moto recuperada foram encaminhadas para a Delegacia Territorial de Itapicuru.

Após cercados, suspeitos tentaram fugir pelo rio Itapicuru, mas acabaram presos em flagrante.

PM em Feira apreende cinco submetralhadoras em 36 dias

Na tarde de quinta-feira (4), mais dois modelos foram localizados em uma fábrica clandestina de armamentos.
O trabalho preventivo e repressivo da Polícia Militar que garantiu uma sequência de sete meses seguidos de reduções dos homicídios em Feira de Santana, alcançou, na tarde de quinta-feira (4), a marca de cinco submetralhadoras apreendidas em pouco mais de um mês. Neste último flagrante uma fábrica clandestina foi desmontada.
Guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Feira de Santana) faziam rondas no bairro Liberdade quando perceberam o nervosismo de um homem. Ele foi abordado e dentro da mochila que manuseava na entrada de uma casa foram encontrados duas submetralhadoras calibre 9mm, carregadores, munições, furadeira e várias ferramentas, além de peças para montagem de armas.
O criminoso e os materiais foram apresentados na Central de Flagrantes de Sobradinho. “Estamos intensificando o trabalho em busca de outras fábricas clandestinas. A população pode ajudar denunciando”, disse o comandante do Policiamento na Região Leste, coronel Luziel Andrade.
As outras apreensões de submetralhadoras artesanais calibre 9mm aconteceram nos dias 30 de maio (bairro Aviário), 18 de junho (bairro Subaé) e 2 de julho (bairro Queimadinha).

Apreendidas 160 trouxas de maconha pela 40ª CIPM

A ação aconteceu na manhã desta quarta-feira (3), no Boqueirão, localizado na rua Valdomiro, no bairro de Santa Cruz.

Guarnições da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Nordeste de Amaralina) apreenderam, na manhã desta quarta-feira (3), 160 trouxas de maconha e centenas de pinos vazios no Boqueirão, localizado na rua Valdomiro, bairro de Santa Cruz.


Segundo o comandante da 40ªCIPM, major Valdino Sacramento, quando as equipes entraram no Boqueirão encontraram pessoas armadas com metralhadoras, fuzis e pistolas. “Ao perceberem que se tratavam de policiais, dispararam tiros e conseguiram fugir, deixando 160 trouxas de maconha e centenas de pinos vazios”, disse, acrescentando que “continuaremos atrás deles” e que “todo o material foi encaminhado para a 28ª Delegacia Territorial (DT/Nordeste de Amaralina)”.

Qualquer informação que possa ajudar a polícia na busca de criminosos pode ser disponibilizada anonimamente pelo telefone do Disque-Denúncia: 3335-0000.

Rondesp Sudoeste apreende dois fuzis, pistola e drogas em Conquista

Materiais ilícitos estavam com Isaque Jânio Santos Batista que resistiu à voz de prisão e confrontou com os PMs.
Uma denúncia anônima sobre veículo roubado ajudou equipes das Rondas Especiais (Rondesp) Sudoeste na localização de fuzis, pistola, drogas e munições, na cidade de Vitória da Conquista. O flagrante aconteceu, na madrugada desta quinta-feira (4).
Os PMs chegaram até o bairro Vila Oeste e avistaram o carro modelo Gol. Durante aproximação o condutor do veículo, identificado posteriormente como Isaque Jânio Santos Batista, atirou na direção dos policiais. Houve confronto e o criminoso acabou não resistindo, mesmo sendo socorrido para o Hospital Geral de Vitória da Conquista.
Dentro do automóvel os militares da Rondesp Sudoeste encontraram dois fuzis calibre 5,56, uma pistola calibre 9mm, nove carregadores, munições de diversos calibres, seis tabletes de pasta base de cocaína, capuzes, um porta algema e camisas impressas com a marca antiga da Polícia Civil.
“Parabéns a todos os PMs da Rondesp Sudoeste pelo excelente flagrante. Em uma só ocorrência tiraram de circulação armas de grosso calibre, munições e entorpecentes. Determinei apuração rápida para descobrimos a qual organização criminosa pertenciam os materiais apreendidos”, informou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.

Rondesp Atlântico apreende menor com armas e drogas

Policias realizavam rondas no bairro de Itapuã quando localizaram o adolescente com um revólver e porções de cocaína. 
Um adolescente de 17 anos foi apreendido, na madrugada desta quinta-feira (4), por policiais das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico após, realizarem rondas na região do bairro de Itapuã.
Com ele a PM encontrou um revólver calibre 32 com numeração suprimida, 89 porções de cocaína, 11 saquinhos de maconha, dois celulares, um relógio e a quantia de R$ 290.
“Estávamos intensificando o policiamento em Itapuã visando o combate ao tráfico de drogas quando abordamos o menor”, contou o comandante da Rondesp Atlântico, major Edmundo Assemany Júnior.
O menor e o material apreendido foram encaminhados até a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

Lamborghini e lancha de Eike Batista são ignorados em leilão

Lamborghini e lancha de Eike Batista são ignorados em leilão

Foto: Reprodução / G1

Não foi desta vez que o empresário Eike Batista conseguiu vender sua Lamborghini e uma lancha Intermarine 680. Os bens foram colocados em leilão nesta quinta-feira (4), mas não tiveram propostas.

A Justiça Federal organizou o certame que colocou à disposição os bens de Eike, que também não conseguiu vender uma moto aquática Spirit of Brazil IX.

Por outro lado, o empresário conseguiu se desfazer de outras duas motos aquáticas: uma jet boat Thorolin, adquiridoa por R$ 47 mil, e uma Spirit Of Brazil X, por R$ 43,5 mil. Os compradores não são divulgados.

O leilão foi solicitado por Eike após condenação na Operação Lava Jato, em julho de 2017. O objetivo era usar o dinheiro arrecadado para pagamento de multa em caso de condenação transitado em julgado no processo, além de evitar a perda de valor dos bens.

A lancha colocada à venda poderia ser adquirida por R$ 3,5 milhões. Já a Lamborghini estava com preço inicial fixado em R$ 2,24 milhões.

Como não houve interessados, os bens voltarão a ser disponibilizados no dia 18 de julho com 20% de desconto. Assim, a lancha vai custar cerca de R$ 2,8 milhões, enquanto o carro de luxo fica em torno de R$ 1,8 milhão.

Em dezembro, a maior embarcação de Eike já foi vendida em leilão. O iate foi arrematado por R$ 14,4 milhões.

O empresário foi condenado por Bretas a 30 anos de prisão e ao pagamento de multas de R$ 53 milhões. Ele é acusado de pagar US$ 16,5 milhões e R$ 1 milhão em propina ao ex-governador Sérgio Cabral (MDB).

Outra lancha colocada à venda no leilão foi uma Manhattan Rio, do ex-governador Sérgio Cabral, apesar de não estar em seu nome–a Justiça diz que a embarcação estava em nome de um laranja. Porém, ninguém quis pagar os R$ 2,95 milhões pedidos no certame.

Ladrão de clientes de correspondente bancário preso em 24 horas

Gilmário Silva Santa Rosa, 38 anos, responsável por assaltar os clientes de um correspondente bancário nas proximidades da agência, na cidade de Ubaíra, região Leste, na manhã de quarta-feira (3), foi capturado durante uma ação conjunta. A prisão do assaltante aconteceu cerca de 24h horas após o crime.

O ladrão e um comparsa, ainda não identificado, roubaram as pessoas e fugiram. Nesta quinta-feira (4), os criminosos roubaram uma motocicleta de placa OZG 4826 e seguiram em direção a cidade Amargosa, sendo alcançados durante o cerco. O cúmplice do criminoso ainda é procurado.

Com ele foram recuperado R$ 1.107 e apreendido um revólver calibre 38 com munições. De acordo com a titular da Delegacia Territorial de Ubaíra, delegada Ívia Vidal da Silva, Gilmário já tinha uma condenação por roubo. “Estamos investigando a ligação dele com outros criminosos responsáveis por roubos a bancos”, declarou.

Também participaram da ação unidades da Polícia Militar e Civil de Jiquiriçá, Amargosa e Mutuípe.

Líder do PSL no Senado quer liberar governo para fazer grampo e escuta ambiental

Líder do PSL no Senado quer liberar governo para fazer grampo e escuta ambiental

Foto: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), apresentou um projeto de lei para autorizar que o governo faça interceptações telefônicas e escutas ambientais por meio de órgãos de inteligência.

A proposta diz ter o objetivo de regular a atividade de inteligência no Brasil.

Entre outros, a Abin (Agência Brasileira de Inteligência), setores do Exército, do Ministério das Relações Exteriores, da Marinha, do Ministério Público, das polícias civil e militar e do GSI (Gabinete de Segurança Institucional) poderiam fazer as escutas.?

O texto prevê a necessidade de autorização judicial, sem especificar qual instância da Justiça seria competente.

Segundo especialistas, a Constituição exige que a interceptação tenha por finalidade investigação criminal, o que não faria sentido nos casos de inteligência.

Olímpio diz que seu objetivo é fortalecer a estrutura de segurança pública nacional, principalmente em comparação com a realidade de outros países.

Na justificativa de seu projeto, o senador diz que “o Brasil é uma das maiores potências mundiais e encontra-se em séria desvantagem estratégica em face de os demais países possuírem atividades de inteligência capazes de monitorar os mais altos cargos da República, terem acesso a segredos políticos, econômicos e tecnológicos e, enfim, vulnerabilizarem a segurança da sociedade e do Estado brasileiro”.

“O que temos não é suficiente. Com o que temos hoje, temos resultados de menos”, disse Olímpio à Folha de S.Paulo.

O senador diz que atualmente há atividades de monitoramento que carecem de respaldo legal, como o monitoramento de presidiários por meio de celulares. “Quanto menos zona cinzenta houver, sai fortalecida a Justiça e o processo legal.”

A discussão sobre liberar interceptações e escutas para órgãos de inteligência não é nova. Desde sua criação, em 1999, a Abin, por exemplo, luta pela legalização. Até hoje, no entanto, não obteve esse respaldo.

Para criminalistas ouvidos pela reportagem, o projeto de Olímpio é inconstitucional.

“É recomendável que o legislador conheça e leia a Constituição, que só permite interceptações telefônicas em casos criminais. A proposta de ampliar as escutas para outras situações é inconstitucional”, afirmou o advogado Pierpaolo Bottini.

O projeto, apresentado no dia 8 de maio, está na comissão de Relações Exteriores e vai ser relatado pelo senador Esperidião Amin (PP-SC).

Nos últimos dias, Randolfe Rodrigues (Rede-AM) apresentou uma emenda, em que pede para que o Ibama seja incluído na lista de instituições cujos órgãos de inteligência terão a atividade entre suas competências.

Tanque Novo: Ex-prefeito é punido pelo TCM por contratação irregular de cooperativas

Tanque Novo: Ex-prefeito é punido pelo TCM por contratação irregular de cooperativas

Foto: Reprodução / Jornal O Eco

O ex-prefeito de Tanque Novo, no sudoeste, José Messias Carneiro, foi punido por irregularidades na contratação de cooperativas nos anos 2015 e 2016. Em sessão desta quinta-feira (4), a Corte de Contas determinou multa de R$ 25 mil. O conselheiro Fernando Vita, relator do parecer do caso, ainda encaminhou o caso para investigação do Ministério Público do Estado (MP-BA). As entidades Cooperativa de Trabalho Especializada em Serviço – CTES e da Cooperativa dos Profissionais de Saúde – COORDR foram contratadas para a prestação de diversos serviços, via terceirização de mão de obra.

 

Ainda segundo o TCM-BA, o relatório apontou o descumprimento à norma que impõe a realização de concurso público para ingresso no serviço público, uma vez que as cooperativas foram contratadas para fornecer mão de obra para funções originariamente estatais ou ainda àquelas dispostas na estrutura administrativa municipal. A denúncia ainda apontou nepotismo com a nomeação de Thomas Felipe Pereira Carneiro e Paulo Neves Gomes para os cargos de assessor administrativo e tesoureiro. Os dois são sobrinhos do prefeito e vice-prefeito, respectivamente.

 

No caso da filha do prefeito Lívia Oliveira Carneiro Cardoso, para o cargo de secretária de Educação, e do seu marido, Osvaldo Júnior Carneiro Cardoso, como secretário de Finanças, o TCM não apontou nepotismo. Afirma a Corte que se tratam cargos políticos que não são alcançados pela vedação prevista na Súmula Vinculante nº 13 do STF. No entanto, o então gestor também não comprovou a capacidade técnica dos nomeados para os cargos, o que viola os princípios da moralidade e impessoalidade. Ainda cabe recurso da decisão.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia