WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Peritos baianos identificam corpo através das plantas dos pés

Peritos baianos identificam corpo através das plantas dos pés

Um menor, vítima de acidente de trânsito em Milagres, teve o corpo encaminhado para a Coordenadoria Regional de Polícia Técnica de Itaberaba a fim de ser identificado. O problema é que ele nunca havia tido uma cédula de identidade – e, devido aos traumas sofridos, o reconhecimento facial e o exame odonto-legal ficaram inviabilizados.

Inicialmente, apenas o DNA poderia confirmar de quem se tratava, entretanto, a equipe técnica, estudando outros métodos para a identificação, solicitou da família da vítima a impressão plantar, coletada no seu nascimento. Isto permitiu que os peritos técnicos Arlon Bitencourt e Fábio Andrade realizassem o exame de podoscopia (identificação das impressões das plantas dos pés) e pudessem identificá-lo.

Um menor, vítima de acidente de trânsito em Milagres, teve o corpo encaminhado para a Coordenadoria Regional de Polícia Técnica de Itaberaba a fim de ser identificado. O problema é que ele nunca havia tido uma cédula de identidade – e, devido aos traumas sofridos, o reconhecimento facial e o exame odonto-legal ficaram inviabilizados.

Inicialmente, apenas o DNA poderia confirmar de quem se tratava, entretanto, a equipe técnica, estudando outros métodos para a identificação, solicitou da família da vítima a impressão plantar, coletada no seu nascimento. Isto permitiu que os peritos técnicos Arlon Bitencourt e Fábio Andrade realizassem o exame de podoscopia (identificação das impressões das plantas dos pés) e pudessem identificá-lo.

Fábio esclareceu que este trabalho representa uma nova possibilidade de atuação na Regional de Itaberaba, garantindo, nestas circunstâncias, “muito mais rapidez na liberação de corpos”.

A papiloscopia forense (disciplina responsável pela identificação humana, através das impressões digitais, palmares e plantares) também foi responsável pelo reconhecimento de uma outra vítima, também no interior do estado. Uma pessoa, desaparecida há aproximadamente 15 dias, teve o corpo localizado na cidade de Bonito já em avançado estado de esqueletização.

Conduzida para a Regional de Irecê, foi identificado pelos peritos técnicos Jozinei Miranda e Ronival Fernandes, após passar por um processo de hidratação e posterior aquecimento do tecido do indicador direito.

“As condições do corpo não eram favoráveis, mas conseguimos recuperar um dos dedos e compará-lo com a ficha datiloscópica do Instituto Pedro Mello” afirmou Jozinei, explicando como chegou à identificação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar