WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Política’

R$ 51 milhões: STF marca depoimentos sobre dinheiro atribuído à família de Geddel

Tem início mais um episódio do caso envolvendo a família Vieira Lima e os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento de Salvador. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do caso, Luiz Edson Fachin, depois de receber as defesas dos cinco réus, determinou as datas e locais dos depoimentos das testemunhas de defesa e acusação.

De acordo com despacho publicado nesta quarta-feira (8), o doleiro Lúcio Funaro, que faz parte do rol de acusação, vai ser ouvido no dia 30 de agosto, às 10h, na Seção Judiciária do Estado de São Paulo. Outras duas testemunhas de acusação vão ser ouvidas no dia 3 de setembro, às 14h30, na sede da Seção Judiciária do Estado da Bahia.

As testemunhas de defesa começam a ser ouvidas no dia 4 de setembro, também na Bahia. Neste primeiro momento, vão prestar depoimento 11 pessoas, sendo que uma delas, por morar em Feira de Santana, pode fazer a oitiva por videoconferência. No dia 10 de setembro, prestam depoimento mais 10 testemunhas de defesa, todas elas residentes em Salvador. Outras 10 pessoas vão passar por oitiva na Seção Judiciária da Bahia no dia 11.

Os depoimentos retornam a São Paulo em 18 de setembro, quando vão ser ouvidas mais duas testemunhas apontadas nas defesas dos réus. Já no dia 24, dois servidores do Senado Federal estão intimados a comparecer ao Supremo Tribunal Federal.

Edson Fachin também intimou o ex-ministro Geddel Vieira Lima, apontado como um dos donos dos malotes de dinheiro encontrados pela Polícia Federal. No entanto, como ele está preso na Papuda, em Brasília, os advogados de defesa devem determinar se o emedebista pode ou não comparecer ao STF. Caso ele vá, será solicitada a escolta do político baiano.

Lavagem de dinheiro
O ex-ministro Geddel Vieira Lima, o irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima, a mãe dos dois Marluce Vieira Lima, além do ex-assessor do emedebista Job Ribeiro Brandão e do empresário sócio da Cosbat, Luiz Fernando Machado da Costa Filho, respondem a ação penal no STF por associação criminosa e lavagem de dinheiro. No mesmo processo, o ex-diretor da Codesal, Gustavo Ferraz, que também era investigado, foi inocentado.

Na mesma ação, Marluce Vieira Lima pediu ao STF a quebra de sigilo da Polícia Federal em Salvador para determinar de onde partiu a denúncia anônima que levou os agentes ao apartamento onde foram encontradas as malas de dinheiro. O pedido, feito na defesa prévia entregue ao Supremo, ainda está pendente de julgamento pelo Ministro Luiz Edson Fachin.

De acordo com a denúncia apresentada ao STF pela Procuradoria Geral da República, os R$ 51 milhões têm como possíveis origens propinas da construtora Odebrecht, repasses do operador financeiro Lúcio Funaro, além de desvios de políticos do MDB.

Correio

Polícia Federal conclui inquérito do acidente que matou Eduardo Campos

A uma semana de completar quatro anos do acidente aéreo que vitimou o então candidato à Presidência da República Eduardo Campos, a Polícia Federal concluiu o inquérito sobre a morte do político pernambucano.

O relatório final sobre o caso foi apresentado pela PF hoje (6) à família de Campos e será apresentado nesta terça (7) à família do piloto Marcos Martins, que comandava a aeronave no momento do acidente.

Somente após a apresentação do relatório à família do piloto, as informações sobre o relatório serão divulgadas publicamente, informou a assessoria de imprensa da PF.

Eduardo Campos morreu em 13 de agosto de 2014 na queda de um jatinho na cidade de Santos, litoral sul de São Paulo. A aeronave em que estava o ex-governador de Pernambuco, modelo Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá (SP).

Quando se preparava para pouso, o piloto arremeteu o avião devido à falta de visibilidade provocada pelo mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.

Ao lado da ex-ministra do Meio Ambiente e ex-senadora Marina Silva, Campos tentava chegar à Presidência da República pela coligação Unidos Pelo Brasil (PSB, PHS, PRP, PPS, PPL, PSL).

Depois de ser deputado estadual, três vezes deputado federal, secretário estadual de Governo e de Fazenda, ministro da Ciência e Tecnologia e governador de Pernambuco por dois mandatos, o economista pernambucano concorria pela primeira vez ao cargo mais importante da política brasileira. Nas pesquisas eleitorais, Campos aparecia como terceiro colocado.

Eduardo Campos, que é neto do político Miguel Arres, morreu na mesma data que seu avô, falecido em 2005. Campos era filho de Ana Arraes, ministra do Tribunal de Contas da União (TCU) e do poeta e cronista Maximiano Campos.

O então candidato do PSB à Presidência da República tinha acabado de fazer 49 anos, no dia 10 agosto daquele ano. Além de Campos e do piloto Marcos Martins, morreram no acidente o copiloto Geraldo Magela Barbosa da Cunha e quatro integrantes da equipe que assessorava o ex-governador de Pernambuco, formada pelo assessor de imprensa Carlos Augusto Percol, o fotógrafo Alexandre Severo o cinegrafista Marcelo Lyra e o advogado Pedro Valadares.

Informe baiano

Fake News e o desafio da Justiça Eleitoral nas Eleições de 2018

A reforma eleitoral de 2017, por meio da Lei 13.488, possibilitou o uso mais amplo de ferramentas disponíveis na internet como mecanismo para fomentar a propaganda eleitoral nas próximas eleições, qual seja: o impulsionamento de “posts” por candidatos e partidos políticos.

O mundo virtual é de extrema relevância na atualidade para a propagação de informações, compartilhamento de ideias e opiniões que são acompanhados e vistos, quase que de forma instantânea, pelos usuários da rede com alcance imensurável.

Questiona-se se a internet é um facilitador entre o comunicador e o seu público alvo. E não há sombra de dúvidas quanto a positividade do questionamento. Entretanto, diante da presteza das informações que são lançadas na rede mundial de computadores, surge um provável vilão capaz de macular a imagem de candidatos e partidos políticos nas eleições de 2018: as Fake News.

As notícias falsas, popularmente conhecidas como Fake News, já institui-se como o tema de maior destaque nas eleições que se aproximam, e o seu combate é tratado pela Justiça Eleitoral como o assunto de maior relevância, posto que podem interferir diretamente na disputa eleitoral, desequilibrando o pleito e prejudicando candidatos e partidos.

Para se ter uma ideia, as Fake News estiveram presentes de forma maçica nas recentes eleições presidenciais dos Estados Unidos e da França, que tiveram destaque maior, isto é, mais visualizações que as notícias verdadeiras, impactando assim na decisão dos eleitores no momento da eleição.

Essas notícias tem o condão de influenciar, manipular e até mesmo levar os eleitores a conclusão da posição do adversário ser ou não correta e, em sua forma mais severa seria apresentar de forma contrária os posicionamentos defendidos pelo candidato a um determinado público-alvo de eleitores.

Ocorre que o impulsionamento dessas notícias aparecem ao eleitor com todos os caracteres de fato verídico, além do agravante de ser publicado ou compartilhado por uma fonte respeitada. Porém, ao ser feita uma pesquisa a fundo das matérias percebe-se que tratam-se de Fake News, com o condão exclusivo de desvirtuar a veracidade das informações repassadas e em grande maioria, não se sabe quem foi o financiador de tais notícias.

O grande dilema e a dificuldade que se apresenta para a Justiça Eleitoral é o estudo de uma alternativa eficaz para impedir que as Fakes News tenham tamanha visibilidade. O que se sabe é que os prejuízos trazidos são praticamente irreversíveis e afetam o efetivo exercício da democracia.

Apesar de ter sanções previstas na legislação eleitoral para punir os responsáveis pela propagação de informações falsas, a dificuldade que se encontra é em monitorar e minimizar o alcance delas, pois a partir do momento em que aquela notícia falsa teve uma visibilidade alta pelos eleitores o objetivo do autor da Fake News foi atingido.

Dessa forma, a cooperação entre os diversos órgãos de segurança, as empresas responsáveis por divulgar tais notícias e a justiça eleitoral tem que acontecer de forma célere e unificada, a fim de levar as notícias verdadeiras em forma de propaganda eleitoral ao eleitor para o exercício legítimo do direito de escolha, pilar da nossa democracia.

RESPONSABILIDADE CÍVICA: MORADOR DO NELSON COSTA REIVINDICA REFORMA NO POSTO DE SAÚDE DO BAIRRO

Saúde literalmente não é algo que Ilhéus possua em sua plenitude, na atual gestão municipal. O descaso do governo Mario Alexandre, que ironicamente é um médico e utilizou a essência da sua profissão para conquistar os eleitores ilheenses em 2016 com o slogan” Cuida de mim doutor”,  vem se agravando a cada dia nos bairros da cidade.

O atraso na entrega do posto de saúde do bairro Nelson Costa é um dos inumeros exemplos da má gestão municipal. Moradores estão indignados pela ausência de assistência medica à população, que está tendo que sair de casa as 4h da manhã e caminhar quilômetros de distância até o a Central de Abastecimento da Urbes, para conseguir marcar um exame no posto do bairro.

“É inadmissível que haja esta falta de repeito com a população. Saúde é direito do cidadão e eu não vou deixar que este direito seja desrespeitado por gestores que não se preocupam com a realidade do povo. Vou denunciar, vou reivindicar e vou buscar os meios legais para exigir que o município cumpra com sua obrigação”, disse Clemilson Dias, jovem morador que vem buscando fiscalizar as ações do governo municipal em prol da qualidade de vida dos moradores do Nelson Costa.

por Caliana Mesquita

ELEIÇÃO 2018: ‘Bem preparado’, justifica Leo Prates sobre apoio pessoal a Ciro Gomes

O presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Leo Prates (DEM), justificou sua opinião a favor do apoio do Democratas à candidatura do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), caso não seja confirmada a entrada de Rodrigo Maia na disputa à Presidência da República.

Ele disse que a opinião foi manifestada ao presidente nacional do Democratas, prefeito ACM Neto, mas reiterou que deve acompanhar a opinião do partido.

“Considero um homem nordestino, vencedor, ministro, bem preparado, e dentro dos nomes postos, o melhor nome. Minha opinião pessoal manifestada ao líder ACM Neto é por Ciro Gomes, porém a decisão é do coletivo do partido”, afirmou.

Bahia.Ba

BURACOS DO SOL E MAR TORNAM-SE CRATERAS

Nos últimos meses, os buracos na entrada do condomínio Sol e Mar aumentaram ao ponto de tornarem-se uma grande cratera.

Quando foi questionado a um dos responsáveis pela manutenção da pista o que seria feito, ele afirmou que as construtoras já estavam tentando resolver.

Apesar dessa afirmação, muitas pessoas afirmam que faz muito tempo desde que foi dito que o problema dos buracos na pista seria resolvido, e os moradores do condomínio seguem inconformados com a situação que vem prejudicando veículos e dificultando a entrada no local.

Quando a equipe do Novais Notícias questionou a equipe deles sobre essas questões, foi dito que já houve uma conversa com a Caixa em uma reunião, e eles estão dispostos a realizar os reparos, mas seria necessária uma visita técnica no local para se certificarem da situação. Essa visita já foi realizada e agora resta esperar que o requerimento seja entregue a Caixa para realizar os reparos, mas eles estão dependendo do conserto da usina asfáltica, que levará em torno de 20 dias.

Novais Noticias

 

CORRENTE DO BEM: COSME ARAÚJO CADA DIA MAIS FORTE PARA ELEIÇÃO 2018!

Se as eleições 2018, pareciam retratar um marasmo cívico entre políticos corruptos com dinheiro a mostra e um povo curvado as migalhas do pão e do circo, eis que um defensor do povo surgiu como pré candidato, disposto a por ordem na casa, demonstrando com simples competência que cidadãos comprometidos com o país não desistiram de acreditar em quem tem condições de reverter o jogo, mostrando no Congresso, o peso positivo de quem tem força, foco e fé.

O Dr. Cosme Araújo, desde que se pré lançou candidato a Deputado Federal, irritou veteranos politiqueiros, que apostavam no defensor do povo como uma simples pedra no sapato de desafetos estaduais. Mas, a sabia decisão de concorrer a Câmara Federal, mediante o argumento de saber que no Congresso há possibilidades solidas de trabalhar muito tanto por Ilhéus, quanto por todas as cidades que compreendem o sul da Bahia, fizeram o Dr. Cosme Araújo, ser apontado por toda região como o mais solido e forte nome a obter vitória na eleição de outubro.

E se estamos falando de força politica, a corrente do Dr. Cosme Araújo, vem se fortalecendo a cada dia. O mais recente apoio, veio do jovem empresario, Junior Reis. O dono da rádio Gabriela FM, declarou está ao lado de Cosme Araújo nesta eleição, por acreditar na sua  força, coragem e competência para defender os interesses desta cidade frente ao Congresso Nacional.

O fato é. As campanhas ainda não começaram, os holofotes ainda não foram acessos, mas o sul da Bahia já decidiu de que lado estará na hora de votar.

por Caliana Mesquita

ZÉ RONALDO VISITA POVO DE UAUÁ E DEIXA OPOSITORES AGONIADOS

Quem pensou que a oposição ao governador Rui Costa (PT) se rendeu depois que ACM Neto (DEM) retirou a sua pré-candidatura para as eleições de outubro de 2018, se enganou. Mesmo o governador tendo o apoio de mais de 2/3 dos prefeitos, boa parte do eleitorado não segue as orientações do gestores municipais devido a situação em suas cidades.Para muitos eleitores, o continuísmo tem que acabar na Bahia.

Na região norte da Bahia não existe nenhum prefeito que esteja bem administrativamente. Segundo pesquisas de bastidores realizadas pelo próprio Governo do Estado destacam este triste cenário. Os gestores municipais sofrem com a falta de palavra do governador ‘Rui Correria’ a exemplo da não realização da construção de escola em Casa Nova, e outros projetos. Em Juazeiro a irresponsabilidade está espalhada na área de saúde deixando vereadores numa saia justa perante a sociedade, sendo obrigados a fazerem denuncias na tribuna da Câmara. Em outros municípios como: Pilão Arcado, Remanso, Campo Alegre de Lourdes, Sento Sé, Curaçá, Sobradinho e Canudos, os problemas são os mais variados, e nada de solução, apenas conversa mole e mais nada.

No entanto, na última sexta-feira (22), o pré-candidato ao governo, José Ronaldo (DEM) esteve visitando o povo de Uauá quando foi bem recepcionado  pelo vereador Rodrigo de Zé Mário, o ex-prefeito Jorge Lobo, o presidente da legenda local, Marco Aurélio, a ex-prefeita de Casa Nova, Dagmar Nogueira, e outras pessoas. Zé Ronaldo aproveitou do momento para fazer uma visita ao ex-prefeito Olímpio Cardoso (PDT).

Ronaldo e sua comitiva aproveitaram também do momento para prestigiarem a festa do vaqueiro. É bom lembrar que muitos prefeitos estão calados, mas estão com o grito entalado na garganta com vontade de soltar os cachorros no governador e seus secretários diante das humilhações que estão sofrendo. Para complicar mais ainda, é grande o inconformismo de pessoas que prestam serviços para o Governo do Estado por ser um péssima pagador de suas obrigações.

 

fonte: Ação Popular

Eleições 2018: NÃO SE FAZ ESCOLHA CERTA VOTANDO EM BRANCO OU NULO

Desgaste politico o Brasil vive há séculos, apostamos em um, nos decepcionamos com outro. Mas que bom que vivemos em uma democracia, e possuímos um sistema eleitoral que coloca nas nossas mãos o direito de decidirmos quem irá administrar nosso país, e nos dá o dever de fiscalizar a eventual administração destes nossos servidores públicos.

Comparações com países europeus, com a potência norte americana, com o passado, projetando um futuro que nem ao menos sabemos como será, nos distancia do compromisso de assumirmos as rédeas do país, nos concedendo a confortável e oportunista posição de figurante em um cenário onde somos, todos nós, protagonistas.

O voto branco ou nulo, vem com um peso de covardia cívica imensurável. É como se não quiséssemos nos responsabilizar por catástrofes e crises… Mas, o fato é que votando ou não, somos responsáveis por tudo que acontece dentro desta nação. Se as opções não te agrada, seja você a opção. Se nem mesmo você merecer seu voto. Mude de nação.

Mesmo que os votos brancos e nulos representem mais da metade do total de votos de uma cidade, de um estado ou do país, não é possível anular a eleição por este motivo. É mito acreditar que os votos nulos e em branco podem anular uma eleição, bem como de alguma forma beneficiar um ou outro candidato, interferindo de forma direta nos Quocientes Eleitoral e Partidário (esses quocientes interessam para o caso de eleição proporcional, como é a hipótese de eleição para vereador, deputado federal e deputado estadual).

A suposta anulação da eleição não acontece. A confusão do entendimento de que tais votos poderiam anular uma eleição é originária, ao que tudo indica, da equivocada interpretação dada ao caput do artigo art. 224[3] do Código Eleitoral, que estabelece: “Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.”.

Essa nulidade de votos ocorre após a eleição, na hipótese da Justiça Eleitoral decretar a ilegitimidade de alguma votação como pode acontecer, por exemplo, quando reconhece alguma fraude nas eleições, a exemplo do candidato que é condenado por compra de votos. É dessa nulidade que o art. 224 do Código Eleitoral trata, ao estabelecer como consequência a nulidade da eleição, mas não tem a ver com a anulação proposital (ou não) do voto pelo eleitor.

Essa conclusão é reforçada pelo teor do § 3º do já mencionado art. 224 do Código Eleitoral, que estabelece: “A decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado[4], a realização de novas eleições, independentemente do número de votos anulados.”[5].

É preciso esclarecer que a Constituição estabelece em seu artigo 77, § 2°[6], que tanto o voto em branco como o nulo são descartados, para efeito, por exemplo, da escolha do presidente da República, sendo “eleito o candidato que obtiver a maioria absoluta dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos”.

Semelhante previsão encontra-se nos arts. 2º e 3º da Lei nº 9.504/97, para a escolha dos governadores e prefeitos.

Desta previsão constitucional (e legal) resulta a conclusão de que o voto que o eleitor anula (ou vota em branco) vai literalmente para o “lixo”, digamos.

Votos em branco e nulos, ainda que totalizem mais de 50%, não anulam eleição. Isso é mito.

Melhor do que anular o voto seria o eleitor buscar informações seguras sobre os futuros candidatos, de forma a tentar não errar na escolha, porque um Congresso qualificado moralmente pode impedir um presidente da República eventualmente mal intencionado, assim como uma Assembleia Legislativa, relativamente a um Governador eventualmente mau-caráter.

Afinal, a sabedoria popular nos ensina que não há mal que sempre dure. E bons políticos são forjados na têmpera inflexível do povo que os escolhe.

por Caliana Mesquita/informações colhidas site jus.com,br

Mauro Carlesse é eleito governador do Tocantins para o mandato-tampão

Mauro Carlesse (PHS) está eleito governador do Tocantins. Com a apuração encerrada, o presidente da Assembleia Legislativa e governador interino teve 75,14% dos votos válidos contra 24,86% de Vicentinho Alves (PR). Ele recebeu a informação em Gurupi, onde acompanha a apuração.

“Eu entendo o seguinte: que o pouco que nós trabalhamos, que nós tivemos a oportunidade de trabalhar e fazer o estado atender a nossa população, o resultado é esse. A população entendeu que quando você cuida da saúde, da educação, da segurança pública e da infraestrutura o povo agradece. E isso aí é o que está acontecendo”, disse o governador eleito após a vitória.

Carlesse vai ficar no cargo até o dia 31 de dezembro e pode concorrer à reeleição em outubro. A posse deve ser realizada até o dia 9 de julho.

A eleição suplementar foi convocada após a cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice dele, Cláudia Lelis (PV). Os dois foram considerados culpados por captação ilegal de recursos para a campanha eleitoral de 2014 pelo Tribunal Superior Eleitoral.

O senador Vicentinho Alves reconheceu a derrota. “Eu tenho que admitir o resultado das urnas. Eu sou um democrata”, disse ele. “Eu quero agradecer aos 120.853 eleitores e eleitoras do meu estado. Foram os votos mais livres que um político pode receber”, comentou.

Eleitores ausentes

O dia foi de seções vazias e poucas filas em todo o estado. O número de abstenções, votos brancos e nulos somou 51,83% do total de eleitores. Mais de 527 mil pessoas não optaram por nenhum dos candidatos. O índice é recorde na história das eleições no estado e ultrapassa o total de votos dos dois candidatos.

Durante a manhã o TRE chegou a divulgar um vídeo convocando os cidadãos a comparecer. No primeiro turno o índice foi mais de 30%.

Perfil

Carlesse nasceu em Terra Boa (PR) e no Tocantins atuou como empresário e agropecuarista. Ele iniciou na política ao se filiar no Partido Verde (PV) em 2011. Foi candidato a prefeito em Gurupi nas eleições de 2012. No ano seguinte, filiou-se ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e venceu as eleições de 2014 para deputado estadual.

Foi eleito em julho de 2016 e assumiu o cargo de presidente da Assembleia Legislativa para o biênio 2017/2019.

Em 2015, Carlesse se envolveu em uma polêmica ao ser preso no departamento de assessoria militar da Assembleia Legislativa, em Palmas. A prisão foi decretada por causa de um processo de execução de pagamento de pensão alimentícia contra o parlamentar, que corre na comarca de Barueri (SP). Na época, o advogado do parlamentar, Sandro Henrique Armando, disse que houve uma divergência nos valores defendidos pelas partes.

O deputado assumiu o governo do Tocantins após a cassação de Marcelo Miranda (MDB) e Cláudia Lelis (PV) e se candidatou para permanecer no cargo.

Promessas de campanha

No plano de governo apresentado ao TRE e durante a campanha eleitoral, o goverador eleito apresentou várias propostas. O G1 separou as principais delas por áreas. A lista completa com os compromissos e promessas do político pode ser encontrada aqui.

Planejamento e gestão

  • Redução sistemática no número de servidores contratados e nomeados;
  • Contenção de despesas e negociação de dívidas;

Educação

  • Melhorar a estrutura das escolas estaduais com foco no modelo de tempo integral;
  • Implantar unidades de escolas técnicas e militares;
  • Realizar anualmente o salão do livro;

Segurança Pública

  • Investir em inteligência, informação e tecnologia de forma compartilhada com outras instituições públicas;
  • Promover força-tarefa nas cidades de Araguaína, Porto Nacional, Paraíso, Gurupi e Araguatins;

Infraestrutura

  • Recuperar a malha asfáltica e as estradas vicinais;
  • Viabilizar contratos para obras de infraestrutura em 139 municípios;
  • Construir ponte sobre o rio Tocantins em Porto Nacional e sobre o rio Araguaia, em São Geraldo;
  • Viabilizar construção de novas rodovias e atuar com o governo federal para o efetivo funcionamento da ferrovia norte-sul e iniciar a duplicação da BR-153, conclusão da BR-242 e BR-010;

Saúde

  • Zerar a fila de cirurgias eletivas na rede hospitalar;
  • Reorganizar cargos e funções para reduzir gastos;
  • Concluir obras de reforma e ampliação de obras em hospitais.

G1

Leo Prates: Presidente da Câmara de Salvador lamenta falecimento de Waldir Pires

Após anuncio do falecimento do lider politico baiano, Waldir Pires, o presidente da Câmara de Salvador, Leo Prates, manifestou em redes sociais sua nota de pesar, ao politico considerado um dos mais representativos da historia baiana.

O presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Leo Prates (DEM), lamentou profundamente o falecimento do ex-governador e ex-vereador Waldir Pires. O político faleceu nesta sexta-feira (22). A Câmara ofereceu o Plenário Cosme de Farias para que o corpo seja velado.

“Waldir Pires é para mim uma referência como homem e político. Como colega da Câmara, ele me ensinou muito de sua experiência na vida  público, engrandecendo a democracia brasileira. Neste momento de dor irreparável para seus familiares, a Câmara de Salvador está de luto”, declarou Leo Prates.

O presidente do Legislativo Municipal tem em Waldir Pires um exemplo de honradez e de comportamento ético “que engrandeceu a vida pública brasileira e, sobretudo, a Câmara Municipal, porque mesmo depois de ter sido governador da Bahia ele quis ser vereador de Salvador”.

Declarou em nota o presidente o legislativo soteropolitano, Leo Prates.

 

PDT terá Popó como candidato ao senado.

SUPLENTE1 BSB DF – ACELINO FREITAS/POSSE – Nacional – O ex-campeao mundial de boxe, Acelino Freitas (PRB/BA), o Popó, toma posse como deputado, no plenário da Camara dos Deputados, em Brasilia. 03/02/2011. Foto: DIDA SAMPAIO/AE

O ex-pugilista e ex-deputado federal Popó de Freitas foi lançado, há duas semanas, como pré-candidato a Senador pelo PDT baiano. A pretensão dele tem o aval da cúpula pedetista no Estado.

Hoje (21), o comentário era de que a pressão por vaga ao Senado é estratégia pedetista para criar as condições para fazer, ao menos, dois deputados federais e não coligar para a disputa por vaga à Assembleia Legislativa. Já Popó disputaria, na verdade, uma vaga à Câmara dos Deputados.

Popó descarta concorrer a um novo mandato como deputado federal. Segundo ele, se não for para disputar vaga ao Senado, estará fora da peleja de 2018. Nas redes sociais, aproveita para distribuir material com críticas ao ex-governador Jaques Wagner, também pré-candidato ao Senado, e imagens de obras executadas com recursos de emendas de sua autoria do período quando foi parlamentar federal.

Piment

  • CHOCOLATE DE ILHÉUS APARECE ENTRE OS SETE MELHORES DO MUNDO
    16 de Março de 2018 | 15:50

    Um mais importantes jornais do sul do País, o Gazeta do Povo, de Curitiba, publicou ontem (13) reportagem especial, em seu caderno de turismo “Viver Bem”, que aponta Ilhéus entre as sete cidades produzem alguns dos melhores chocolates do mundo e são inspirações para o destino de férias de quem ama a iguaria. Reportagem assinada […]

    No Comments

  • PGR recorre de decisão e pede restabelecimento de condução coercitiva
    14 de Março de 2018 | 09:48

    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu de decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que, por meio de liminar concedida em dezembro, proibiu a condução coercitiva de investigados para interrogatório em todo o País. O recurso foi enviado ao ministro, relator do caso, nesta segunda-feira (12). A determinação de Gilmar atendeu […]

    1 Comment

  • RSSArchive


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia