WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
maio 2019
D S T Q Q S S
« abr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

:: ‘Política’

MANGABINHA, O BAIRRO MAIS FULEIRO DE ITABUNA

NILO COM UM PÉ FORA DO PDT

nilo

Nilo e o seu calundu

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Marcelo Nilo (PDT), admitiu nesta segunda-feira (04) que poderá deixar o partido, caso a legenda defina o seu nome como vice nas eleições de 2014. Por meio do Presidente Municipal da sigla, Marcos Medrado, o mesmo estuda a possibilidade de indicar o vice na chapa liderada pelo governo petista. “Eu não vou aceitar, sob hipótese alguma, o PDT, um partido de grande musculatura no estado, sempre estar servindo e nunca e ser servido” esbravejou”. Eu deixei o PSDB porque o partido passou a ser apêndice do carlismo na Bahia. Se o PDT passar a ser apêndice nos tempos de hoje, eu não tenho outra saída a não ser deixar o partido. O presidente da A.L reiterou dizendo o seguinte: “Eu só quero duas coisas: ou ter candidatura própria ou ser vice de alguém da base do governo. Pode ser Pinheiro, Rui Costa, Caetano ou até mesmo Gabrielli” pontuou. Essa semana, Nilo aguarda um pronunciamento oficial do seu partido para saber se mantem o nome como pré-candidato ou se mais uma vez, apoiará um nome do governo nas eleições do ano que vem.

VEREADOR COSME ARAÚJO PEDE PROVIDÊNCIAS URGENTES PARA URBIS QUE NO PASSADO PERTENCIA AO SEU PAI

02

 Depois de fazer a indicação ao prefeito de Ilhéus no sentido que seja feita imediatamente a cobertura com placas de cimento em toda extensão no canal do Malhado, o vereador Cosme Araújo (PDT) não perde tempo e, preocupadíssimo com os casos de dengue hemorrágica que vem sucedendo em Ilhéus, indica e pede providências também ao Executivo Municipal, a cobertura de toda extensão da Urbis (bairro Hernani Sá) nas mesmas condições (placas de cimento), considerando, inclusive, a caótica situação daquele foco de doenças infectocontagiosas. Alerta o vereador que não adianta somente limpeza, pois, o ideal é inquestionavelmente a cobertura.

04

Com acordo, Câmara divide comissões entre partidos

PT e PMDB, partidos com o maior número de deputados, terão três comissões, enquanto PSD, PSDB, PP e PR ficarão com duas cada
POR MARIO COELHO | 27/02/2013 21:36

Reunião de líderes definiu a divisão das comissões entre os partidos na Câmara

Após quase uma semana de indefinição e muitas conversas nos bastidores, os deputados conseguiram chegar a um consenso e definir as comissões permanentes que caberão a cada partido. A decisão ocorreu após reunião entre os líderes partidários na noite desta quarta-feira (27). A eleição e a posse dos presidentes e vice-presidentes serão na próxima semana.A intenção do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), era ter definido a escolha das comissões ontem (26). No entanto, partidos reclamavam da ordem das escolhas. Além disso, a possibilidade de desmembrar as comissões de Seguridade Social e Família (CSSF) e a de Turismo e Desporto (CTD) desagradou a uma parte dos deputados. A solução acabou ocorrendo com a divisão da Comissão de Educação e Cultura (CEC) em duas.

Câmara divide comissão para abrigar partidos

Caso os deputados não conseguissem chegar a um acordo hoje, a decisão ficaria para a próxima semana, atrasando ainda mais o andamento de projetos na Casa. Aqueles que não estão prontos para a pauta do plenário precisam passar pelas comissões permanentes. Assim, a atividade em plenário fica restrita à apreciação de medidas provisórias e propostas que já passaram por órgãos temáticos.

Após o desmembramento da Comissão de Educação e Cultura, a Câmara agora tem 21 colegiados permanentes. Pelo critério das bancadas, PT e PMDB, partidos com maior número de deputados, ficaram com três escolhas cada um. PSDB, PP, PSD e PR com duas. As mais importantes ficaram com petistas e peemedebistas. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), por exemplo, deverá ser presidida por Décio Lima (PT-SC).

Nota do Defensor: A oposição vai traçar como paradigma as composições dos partidos na Câmara dos Deputados, além da utilização do Regimento  Interno e da Lei Orgânica para anular via judiciário a eleição das Comissões da Câmara Municipal. Enquanto a eleição ficar sub judice só poderão ser votadas matérias que independam de pareceres técnicos.  Caso a Mesa Diretora teime em votar projetos de leis e/ou matérias que dependam de pareceres das Comissões eleitas ilegalmente e, a justiça anular a eleição, todos atos praticados por elas serão  considerados inexistentes. Ocorrendo tal situação, sem dúvida, o prefeito e a Mesa Diretora serão responsabilizados pelo fato de terem mandado a “maioria” passar o rolo compressor por cima da minoria, com uma eleição indubitavelmente eivada de nulidades.

EX-PREFEITO DE COITÉ (PP) BEBENDO DO VENENO DE JABES RIBEIRO (PP)

PREFEITO DE COITÉ

O ex-prefeito de Conceição do Coité Renato Souza (PP) afirmou, nesta quinta-feira (26), que o grupo que governa atualmente o município e o acusa de entregar a administração “ingovernável”, teria entregue a prefeitura em 1996 na mesma situação: péssima situação, com a cidade suja, falta de merenda escolar e muitos meses de salários atrasados. Em nota enviada à imprensa pela sua assessoria, o ex-gestor informou que também foi obrigado a fazer parcelamentos de débitos anteriores com o INSS deixados pelo seu antecessor. “Mas isso não inviabilizou a sua administração, tendo conseguido contratar muitas obras e convênios com o governo do Estado e federal, cumprindo as exigências legais, como a de apresentar certidões negativas de débitos, inclusive do INSS, e que esse não é um problema apenas da prefeitura de Coité, mas de muitos municípios Brasil afora”, justificou na nota. Segundo o pepista, o que tem se comentado em Conceição do Coité atualmente é que o atual prefeito Francisco de Assis (PT) e os seus secretários municipais não possuem experiência em gestão pública, o que resultaria na “paralisia da máquina administrativa”. “Enquanto aprendem a governar, utilizam a tática petista da ‘herança maldita’, transferindo as dificuldades dos atuais ocupantes de secretarias e do próprio prefeito municipal para administrações anteriores. Mas a população coiteense não muito disposta a ouvir desculpas, reivindica mais ação e resultados práticos”, cobrou e alertou: “A população já começa a ficar impaciente com a inoperância da nova gestão. É o lixo nas ruas, degradação dos serviços públicos, funcionalismo insatisfeito, inclusive alegações de perseguição”, disse. Matéria reproduzida do Bahia Notícias com exceção do título.

NOTA DO DEFENSOR: Na política é assim que o PP trabalha! Aguenta coração!

Cancelamento de Convênio com Município Deixará Crianças Especiais sem Aula

Uma ilheense, mãe de uma criança com necessidades especiais, em contato com a nossa Redação, denunciou a lastimável situação enfrentada pela Associação Sonho Meu. A citada entidade funciona no bairro do Savóia, juntamente com a escola Sonho Meu e atende cerca de 65 crianças, portadoras de síndrome de down, altistas, paraplégicos, deficientes auditivos, dentre outros. Segundo a mãe do aluno, no final do ano passado o convênio com o município foi cancelado. Na ocasião, segundo ela, foi alegado que havia problemas com a documentação contratual, de cerca de 6 anos atrás. Já na gestão Jabes Ribeiro, o fim do convênio parece que foi oficializado, pois a Associação de Mães de Alunos receberam a comunicação oficial por parte da secretaria de Educação. Há quem diga que trata-se de perseguição política, pois a escola é dirigida pela cunhada do ex-prefeito Newton Lima. O resultado de toda essa problemática é lastimável. Ou seja, crianças carentes que necessitam de educação e atenção especial, impossibilitadas de darem continuidades aos seus estudos especiais. Do Agravo

Mais uma Promessa Mentirosa do Alcaide

Saúde de Ilhéus? Tô nem ai! Tô nem ai!

Saúde de Ilhéus?  Tô nem ai! Tô nem ai!

Na noite de ontem, os moradores do Teotônio Vilela, zona Norte de Ilhéus, participaram de uma reunião com a presença da secretária de Saúde de Ilhéus, Ledívia Espinheira, e os vereadores Ivo Evangelista, Escuta e Tarcísio Paixão e, ouviram a “gritante” novidade que ninguém esperava. A mando de Jabes Ribeiro, a secretária informou que a partir do dia 1º de março o Pronto Atendimento 24hs. será fechado por tempo indeterminado. Questionada pela comunidade o que levou o fechamento da unidade, a secretária titubeou nas respostas, mas garantiu que a determinação partiu do prefeito em mandar fechar grande parte das unidades básicas de saúde de Ilhéus. Recentemente, em visita aos moradores do Vilela, o vereador Tarcísio Paixão, que atualmente integra a base do governo na Câmara, garantiu na comunidade que o Pronto Atendimento 24h não iria fechar, por ter selado um acordo com o prefeito em garantir o apoio na Câmara de Vereadores durante os quatro anos. Mas uma semana depois, Jabes Ribeiro não manteve a palavra e acabou traindo Tarcísio que ficou em maus lençóis perante um público de mais de 250 pessoas. Estou revoltada! “O vereador Tarcísio dizia nos quatro cantos aqui do bairro, que o Pronto Atendimento não iria fechar, mas o que estamos vendo é que mais uma vez, nós do Vilela, fomos enganados e eu não tenho mais confiança em político nenhum”, desabafa uma moradora que prefere não se identificar. Com a interrupção da unidade de saúde, a população ficou sem condições de fazer uma consulta médica em sua própria comunidade. Texto: Fábio Roberto – DRT 6355





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia