WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



Abril 2018
D S T Q Q S S
« mar    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  





Vereador de Santa Luzia adere a pre candidatura do Dr. Cosme Araújo para Deputado Federal

A pré campanha do futuro Deputado Federal, Dr. Cosme Araújo, vem sendo consolidada a cada dia na região sul do estado. Na tarde deste domingo (15), foi a vez da cidade de Santa Luzia firmar apoio ao futuro deputado através do  vereador Neto Martins (Alegria), que reconhecendo a força, competência e determinação da Araújo, decidiu apoiar o projeto da sua pre candidatura, em prol do desenvolvimento da cidade de Santa Luzia e de toda região sul da Bahia.

Dr. Cosme Araújo já integra a lista dos principais nomes da região a concorrer uma vaga no Congresso.

” A nossa região esta precisando de pessoas assim como o Dr. Cosme Araújo, de força, credibilidade e competência. Como vereador de Santa Luzia tenho que pensar no melhor para minha cidade, e colocar um homem de bem que pense na nossa região no Congresso é ter garantia que a região sul da Bahia será prioridade dentro da Câmara Federal”, disse Martins.

Por Carol Menezes

BAHIA TEM 13 DEPUTADOS FEDERAIS EM POSIÇÃO NEGATIVA

Entre todos os deputados federais da Bahia, 13 deles estão com pontuação negativa no Ranking dos Políticos. O pior é Luiz Caetano (PT) na 505º posição. Do pior para o “menos pior”, a ordem segue com Afonso Florence (PT), em 490º; Waldenor Pereira (PT), em 489º; Daniel Almeida (PCdoB), em 487º; Valmir Assunção (PT), em 481º, Jorge Solla (PT), em 471º; Bacelar (Pode), em 468º; Alice Portugal, em 454º; Davidson Magalhães (PCdoB), em 438º; Félix Mendonça  Júnior (PDT), em 410º; Bebeto (PSB), em 409º; Irmão Lázaro (PSC), em 406º; e Nelson Pelegrino (PT), em 404º. Segundo informações do Correio, o ranking avalia as posições de acordo com presença, gastos com cota parlamentar, número de processos judiciais a que responde, atividade legislativa, formação universitária e filiação partidária. Na outra ponta, estão os deputados João Gualberto (PSDB), em 29º, José Rocha (PR), em 75º e Jutahy Júnior (PSDB), em 85º nas melhores posições entre os baianos. No Senado, Otto Alencar (PSD) ocupa a 21ª posição geral, Roberto Muniz (PP), a 50º, e a senadora Lídice da Mata (PSB) fica em posição negativa, no 74º lugar.

EMASA CRITICA COELBA POR INTERRUPÇÃO CONSTANTE NO FORNECIMENTO DE ENERGIA

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) voltou a criticar a Coelba pelas quedas constantes de energia elétrica na região de Rio do Braço e Mutuns. A última delas, de acordo com a Emasa, ocorreu na madrugada desta segunda-feira (16).

A estação intermediária de captação de água em Mutuns, segundo a empresa, parou completamente. “As interrupções no fornecimento de energia elétrica estão comprometendo a captação de água, a exemplo do que aconteceu na meia-noite desta segunda-feira”, informa a Emasa em comunicado.

A falta de energia elétrica compromete o abastecimento. Pelo menos seis localidades populosas estão sem água – bairros de Fátima, João Soares, Califórnia, Santa Inês e Parque Boa Vista e Loteamento Paraíso. As localidades, informa, só voltarão a ter o abastecimento normalizado quando a Coelba restabelecer o fornecimento de energia elétrica.

Caixa anuncia redução de juros e aumento do valor financiado para a casa própria

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta segunda-feira (16) a redução dos juros para financiamento da casa própria e o aumento do percentual do valor a ser financiado para compra de imóvel usado. As mudanças, que começam a valer hoje, são para linhas de financiamento que utilizam recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.

Para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH), onde estão enquadrados os imóveis residenciais de até R$ 800 mil para todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, cujo limite é de R$ 950 mil, a taxa mínima de juros caiu de 10,25% para 9% ao ano.

Para imóveis enquadrados no Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), cujos valores dos imóveis são acima dos limites do SFH, a taxa mínima caiu de 11,25% para 10% ao ano.

O percentual do valor a ser financiado dos imóveis usados subiu de 50 para 70%. Para unidades novas, foi mantido o percentual de 80% no teto do financiamento.

Taxas congeladas há 17 meses

A última redução de juros aconteceu em novembro de 2016, quando a Caixa anunciou queda de 0,25 ponto percentual ao ano para todas as linhas. Ou seja, as taxas estavam congeladas há 17 meses.

 Já o limite para financiamento de imóveis usados foi reduzido duas vezes no ano passado: para 60% em agosto e para 50% em setembro.

A Caixa anunciou ainda a retomada do financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com financiamento de até 70%.

O banco informou que possui R$ 82,1 bilhões para o crédito habitacional neste ano.

Segundo o presidente da Caixa, Nelson Antônio de Souza, a redução das taxas de juros facilita o acesso à casa própria, além de estimular o mercado imobiliário e a geração de empregos.

“Vai fazer com que se produza mais empreendimento na construção civil, ela vai fazer com que tenhamos mais financiamentos imobiliários e isso tem em instância final a geração de emprego e renda”, afirma Nelson Antônio de Souza, presidente da Caixa.

A iniciativa, segundo consultores, pode aquecer o mercado de imóveis que está há bastante tempo a espera de compradores. Mesmo assim, economistas dizem que comprar um imóvel para pagar a longo prazo exige planejamento.

“O pegador de crédito deveria ter essa consciência, dinheiro ainda está caro. Sob esse ponto de vista é muito melhor ainda, por mais que a taxa de juros tenha caido, as pessoas se planejarem, fazerem as contas para tentar não antecipar esse credito, tenar poupar e para depois comprar o imóvel”, afirma o economista José Kobori.

Linha Pró-Cotista

Não houve alteração na linha Pró-Cotista, que teve o teto de financiamento elevado para 70% em janeiro nos imóveis usados.

A linha Pró-Cotista é destinada a trabalhadores com conta no FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e oferece taxas de juros que variam de 7,85% (clientes com débito em conta ou conta-salário) a 8,85% ao ano.

G1

 

 

 

MORRE EX JOGADOR DO BAHIA, REINALDO SANTOS CORREIA.

Faleceu na noite deste sábado (14), o ex jogador do Bahia, Reinaldo Santos Correia. A informação foi transmitida aos amigos e familiares, pelos seus filhos. Ruy e Reinaldo Napomoceno, via redes sociais.

Reinaldo foi um grande jogador do futebol baiano, deixando sua marca pelos times: Bahia, Vitória e Galicia.

Atualmente residia em Itabuna, local onde o corpo será velado (SAF) e enterrado ás 15h deste domingo.

O Dr. Cosme Araújo deseja aos familiares que Deus transmita força e conforto para superar este momento de dor.

” Reinaldo foi um grande homem, e deixará saudade em nossos corações”, disse o Dr. Cosme que era amigo da família, em especial dos filhos de Reinaldo, Ruy e Reinaldo Jr.

Carta ao Leitor: Dr. Cosme Araújo e o Nossa Senhora da Vitória

“Como é bom poder contar com a confiança e credibilidade do povo baiano, dos cidadãos de bem da nossa região. Ontem, pude perceber que a minha história de luta e seriedade, frente aos anos de vida pública, me fazem andar de cabeça erguida e ser apontado como um político diferente.

Em uma boa e produtiva conversa com pessoas humildes do bairro Nossa Senhora da Vitória, na tarde de ontem (12), em Ilhéus, ouvi que o povo ainda tem esperança em políticos sérios, em políticos honestos, que são capazes de mudar o Brasil.

Cidadãos reais, com vidas reais, que sofrem na pele as consequências da corrupção e da irresponsabilidade na administração pública, acreditam que mudando se consegue alcançar o caminho certo.

Há porém, uma inconformidade com o cenário atual, uma inquietude, uma revolta, que os fazem ter convicção dos erros dos poderosos. Há ainda, uma sabedoria nata, de pessoas, que nos provam que não são livros que nos fornecem conhecimento, mas sim a experiência da vida. Eles, sabem que o poder só corrompe quem se permite corromper.”.

 Cosme Araújo, pré candidato a Deputado Federal

Postado por: Carol Menezes

UTILIDADE PÚBLICA: CURSO GABARITANDO

 

Polícia Militar do Estado do Sergipe e o Corpo de Bombeiros divulgaram no Diário Oficial desta quarta-feira, dia 04 de abril, os editais de abertura do concurso PM SE com oferta de vagas. São ofertadas 300 vagas para soldado da Polícia Militar e 30 para aspirante (veja análise  do edital PM SE aqui).

A organização é do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC)e  as inscrições ficam abertas entre os dias 09 de abril e 8 de maio de 2018. A taxa é de R$ 100 para ambos os cargos.

Para soldado da PM será exigido o nível médio e para aspirante ser bacharel em Direito; para bombeiro a exigência é de nível médio para soldado e de nível superior em qualquer área para aspirante, além de idade mínima de 18 anos e máxima de 35 anos, na data da inscrição no concurso, 1,65 para candidatos do sexo masculino e 1,60 para candidatas do sexo feminino. O salário inicial dos aprovados no concurso de soldado da PM e Bombeiros será de R$ 3.370,00 e o de aspirante será de R$ 9.236,39.

Aula inaugural do curso Gabaritando para o concurso da PM-SE, dia 17 de abril, as 19h.

 

Dr. Cosme Araújo participou de evento em Jussarí

O pré candidato a deputado federal pelo PDT, Cosme Araújo, esteve neste último sábado dia 07 no município de Jussari prestigiando a abertura do campeonato regional de master, onde a seleção do distrito de Palmira fez a abertura da competição. Com larga experiência na vida pública, o mesmo representou o município de Ilhéus no Legislativo por quatro mandatos. Cosme Araújo dá sequência a sua peregrinação pelos municípios, buscando apoio de lideranças e ouvindo as principais demandas da população. Ele é um abnegado da política, pois construiu seu nome na área jurídica e se trata de um dois maiores advogados criminalistas da Bahia. (Tribuna de Palmira)

STF forma maioria para negar pedido de liberdade e manter Palocci na prisão

O Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de formar maioria nesta quinta-feira, 12, para negar o habeas corpus de Antonio Palocci e manter o ex-ministro dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff na prisão. Palocci está preso preventivamente desde setembro de 2016.

Relator do caso, o ministro Edson Fachin já tinha votado na última quarta-feira, 11, para não aceitar o pedido ao ex-ministro, e foi acompanhado por Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. O julgamento foi retomado na sessão plenária desta quinta-feira com o voto de Rosa Weber, que concordou com os colegas e se posicionou contrária ao pedido de liberdade de Palocci.

A divergência na sessão foi aberta com o ministro Dias Toffoli. “Não há como se ignorar a gravidade das condutas supostamente praticadas, mas como já verificam, por mais grave e reprováveis, não justifica por si só a decretação da prisão cautelar”, ressaltou Toffoli.

“Descabe cogitar da prisão preventiva como antecipação de uma pena, porque estaria se implementando uma execução provisória em primeiro grau, contrariando a jurisprudência desta Corte”, completou Toffoli.

Na avaliação do ministro Ricardo Lewandowski, a prisão preventiva de Palocci “já exauriu todos os seus efeitos” e não está “ancorada em elementos concretos dos autos”.

“A prisão preventiva (de Palocci) já exauriu todos os seus efeitos. O fundamento da manutenção da custódia cautelar mostra-se frágil, porque, de acordo com o que se colhe nos autos, a alegada conduta ocorreu entre 2011 e 2012, havendo portanto lapso temporal de mais de quatro anos entre a data da última prática criminosa e o encarceramento do paciente, tudo a indicar a ausência de contemporaneidade dos fatos a ele imputados”, ponderou Lewandowski.

Na avaliação de Lewandowski, a prisão preventiva de Palocci está “ancorada em presunções de gravidade abstrata, e não em elementos concretos dos autos”.

O ministro Gilmar Mendes, que concordou com Lewandowski e Toffoli, aproveitou seu voto para reiterar suas críticas ao uso e duração das prisões cautelares no Brasil, e ao que ele chamou de cultura de “restrição ao habeas corpus”.

“Vertentes que pretendem restringir o habeas corpus, limitar o habeas corpus estão, obviamente, fazendo rima com o AI-5”, disse o ministro.

Para Gilmar, existe um abuso no uso das prisões preventivas, e que dar espaço para esse cenário é “ceder espaço ao retrocesso”. “Como se abusa da prisão cautelar e da prisão preventiva. Prisão preventiva precisa ser necessária, adequada e proporcional”, afirmou.

Votações

Na sessão plenária da última quarta-feira, os ministros discutiram questões preliminares sobre o processo de Palocci. A primeira votação analisou se Fachin, como relator, poderia ter retirado o caso da Segunda Turma da Corte, a qual compõe, e submeter o habeas corpus para análise do plenário, com os 11 ministros.

Depois, os ministros decidiram que não poderiam analisar o habeas corpus porque Palocci foi condenado em primeira instância enquanto aguardava tramitar no STF o pedido de liberdade contra a prisão preventiva.

A defesa de Palocci entrou com o pedido no Supremo em abril de 2017, e sua condenação em primeira instância ocorreu em junho do mesmo ano. O juiz federal Sergio Moro, de Curitiba, sentenciou Palocci a 12 anos, 2 meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Seu caso ainda não foi julgado em segunda instância.

Apesar da maioria de os ministros decidir que o habeas corpus estava prejudicado em função desses fatos, Fachin optou por analisar o processo de “ofício”. Isso acontece quando o ministro entende que, apesar de não poder aceitar o habeas corpus por problemas processuais, é necessário avaliar se existe alguma ilegalidade na prisão do réu.

O Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de formar maioria nesta quinta-feira, 12, para negar o habeas corpus de Antonio Palocci e manter o ex-ministro dos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff na prisão. Palocci está preso preventivamente desde setembro de 2016.

Relator do caso, o ministro Edson Fachin já tinha votado na última quarta-feira, 11, para não aceitar o pedido ao ex-ministro, e foi acompanhado por Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Alexandre de Moraes. O julgamento foi retomado na sessão plenária desta quinta-feira com o voto de Rosa Weber, que concordou com os colegas e se posicionou contrária ao pedido de liberdade de Palocci.

A divergência na sessão foi aberta com o ministro Dias Toffoli. “Não há como se ignorar a gravidade das condutas supostamente praticadas, mas como já verificam, por mais grave e reprováveis, não justifica por si só a decretação da prisão cautelar”, ressaltou Toffoli.

“Descabe cogitar da prisão preventiva como antecipação de uma pena, porque estaria se implementando uma execução provisória em primeiro grau, contrariando a jurisprudência desta Corte”, completou Toffoli.

Na avaliação do ministro Ricardo Lewandowski, a prisão preventiva de Palocci “já exauriu todos os seus efeitos” e não está “ancorada em elementos concretos dos autos”.

“A prisão preventiva (de Palocci) já exauriu todos os seus efeitos. O fundamento da manutenção da custódia cautelar mostra-se frágil, porque, de acordo com o que se colhe nos autos, a alegada conduta ocorreu entre 2011 e 2012, havendo portanto lapso temporal de mais de quatro anos entre a data da última prática criminosa e o encarceramento do paciente, tudo a indicar a ausência de contemporaneidade dos fatos a ele imputados”, ponderou Lewandowski.

Na avaliação de Lewandowski, a prisão preventiva de Palocci está “ancorada em presunções de gravidade abstrata, e não em elementos concretos dos autos”.

O ministro Gilmar Mendes, que concordou com Lewandowski e Toffoli, aproveitou seu voto para reiterar suas críticas ao uso e duração das prisões cautelares no Brasil, e ao que ele chamou de cultura de “restrição ao habeas corpus”.

“Vertentes que pretendem restringir o habeas corpus, limitar o habeas corpus estão, obviamente, fazendo rima com o AI-5”, disse o ministro.

Para Gilmar, existe um abuso no uso das prisões preventivas, e que dar espaço para esse cenário é “ceder espaço ao retrocesso”. “Como se abusa da prisão cautelar e da prisão preventiva. Prisão preventiva precisa ser necessária, adequada e proporcional”, afirmou.

Votações

Na sessão plenária da última quarta-feira, os ministros discutiram questões preliminares sobre o processo de Palocci. A primeira votação analisou se Fachin, como relator, poderia ter retirado o caso da Segunda Turma da Corte, a qual compõe, e submeter o habeas corpus para análise do plenário, com os 11 ministros.

Depois, os ministros decidiram que não poderiam analisar o habeas corpus porque Palocci foi condenado em primeira instância enquanto aguardava tramitar no STF o pedido de liberdade contra a prisão preventiva.

A defesa de Palocci entrou com o pedido no Supremo em abril de 2017, e sua condenação em primeira instância ocorreu em junho do mesmo ano. O juiz federal Sergio Moro, de Curitiba, sentenciou Palocci a 12 anos, 2 meses e 20 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Seu caso ainda não foi julgado em segunda instância.

Apesar da maioria de os ministros decidir que o habeas corpus estava prejudicado em função desses fatos, Fachin optou por analisar o processo de “ofício”. Isso acontece quando o ministro entende que, apesar de não poder aceitar o habeas corpus por problemas processuais, é necessário avaliar se existe alguma ilegalidade na prisão do réu.

TJBA convoca 41 aprovados em concurso de 2014

Quarenta e um candidatos aprovados no cadastro reserva do concurso público de 2014, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) foram convocados, nesta quinta-feira, 12, no Diário da Justiça Eletrônico.

Os candidatos podem conferir a lista dos convocados no Decreto judiciário nº 304/2018. O concurso tem validade até julho de 2019.

O certame preencheu cargos de técnico e analista judiciários das áreas de Direito,Administração, Tecnologia da Informação, Arquitetura, Serviço Social, Biblioteconomia, Jornalismo, Contabilidade, Economia, Enfermagem, Estatística, Medicina, Odontologia, Psicologia e Engenharia.

UBAITABA: OBRAS DO CENTRO DE CANOAGEM ENTRAM EM NOVA FASE

Na semana em que 17 atletas da Associação Cacaueira de Canoagem (ACC) conquistaram, em Curitiba (PR), 35 medalhas na Copa Brasil e na seletiva para as competições nacionais e internacionais, a construção do Centro de Treinamento de Canoagem de Ubaitaba entra na segunda fase. A obra está recebendo a laje de cobertura dos pilotis implantados no leito do Rio de Contas, o berço das braçadas de ouro brasileiras.

Os operários também deram início à colocação da estrutura de madeira que será o diferencial no acabamento do centro de canoagem. De acordo o mestre de obras Fábio Santos, a segunda fase é a mais difícil pelo desafio de montar a estrutura dentro d’água.

A construção do Centro de Treinamento de Canoagem começou no final de 2017 e a conclusão está prevista para o final do primeiro semestre de 2018. A unidade representa grande marco para o esporte na Bahia, principalmente para os canoístas de Ubaitaba que atualmente despontam como os melhores do país, a exemplo do medalhista olímpico da Rio 2016 Isaquias Queiroz.

O desempenho do atleta de Ubaitaba nas Olimpíadas serviu de inspiração para que o governador Rui Costa tomasse a iniciativa de investir na construção dos três Centros de Treinamentos de Canoagem no Sul da Bahia. Em Itacaré e Ubatã obras também estão em andamento, além de Ubaitaba. O investimento total é de cerca de R$ 3 milhões.

A prefeita de Ubaitaba, Sueli Carneiro, acompanha o dia a dia da obra de construção e comemora os avanços: “fico feliz em ver esse sonho dos atletas e desportistas ubaitabenses sendo realizado. Esse Centro de Treinamento será divisor de águas e um marco para o nosso principal esporte, a canoagem, que tantas alegrias tem trazido para a nossa gente, os baianos e brasileiros”.

Bahia registra cinco mortes por H1N1 em 2018

Ao menos cinco pessoas morreram vítimas da gripe H1N1 na Bahia esse ano. O dado consta no último informe epidemiológico do Ministério da Saúde (MS), até 7 de abril de 2018. A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), no entanto, contesta o dado. Segundo a pasta, 36 pessoas foram infectadas com o vírus H1N1, sendo que quatro delas morreram no estado. A Bahia aparece em segundo lugar entre os estados onde o H1N1 mais matou pessoas. O primeiro lugar é de Goiás, com 9 óbitos.

Se considerados todos os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), são 18 mortes na Bahia no mesmo período, de um total de 215 pessoas infectadas.

Os dados da Sesab mostram ainda que a capital Salvador concentra o maior número de casos da H1N1 – 26. Ainda segundo o órgão, três pessoas foram infectadas pelo vírus H3N2 e uma delas morreu.

Os números registrados no mesmo período do ano passado – até a primeira semana de abril – são menores na Bahia. Foram 171 casos de Sídrome Respiratória Aguda Grave, que resultaram em 15 mortes, nenhuma delas pelos vírus H1N1 ou H3N2. :: LEIA MAIS »

  • CHOCOLATE DE ILHÉUS APARECE ENTRE OS SETE MELHORES DO MUNDO
    16 de Março de 2018 | 15:50

    Um mais importantes jornais do sul do País, o Gazeta do Povo, de Curitiba, publicou ontem (13) reportagem especial, em seu caderno de turismo “Viver Bem”, que aponta Ilhéus entre as sete cidades produzem alguns dos melhores chocolates do mundo e são inspirações para o destino de férias de quem ama a iguaria. Reportagem assinada […]

    No Comments

  • PGR recorre de decisão e pede restabelecimento de condução coercitiva
    14 de Março de 2018 | 09:48

    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recorreu de decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que, por meio de liminar concedida em dezembro, proibiu a condução coercitiva de investigados para interrogatório em todo o País. O recurso foi enviado ao ministro, relator do caso, nesta segunda-feira (12). A determinação de Gilmar atendeu […]

    No Comments

  • RSSArchive


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia