WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Revoltado, Luxemburgo solta o verbo, dispara contra a CBF e agita a web

​O ​Vasco tem um importante duelo no clássico contra o Fluminense, no próximo sábado (20), pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Sabendo que não poderá contar com dois jogadores do elenco por diferentes razões, o técnico Vanderlei Luxemburgo reclamou da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), fazendo duras críticas à Confederação, ainda relembrando do erro do VAR, na última partida, contra o Grêmio.

O comandante vascaíno não poderá escalar o atacante Rossi, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, recebido na partida em Porto Alegre. Só que, o lance em que o atleta foi advertido, permanece cheio de polêmicas, pois naquele momento, a arbitragem anulava o gol de Pikachu, que colocava a equipe cruz-maltina com uma vantagem de 2 a 0. Além de anular o gol, por suposta falta na origem da jogada, o árbitro tirou um dos jogadores mais importantes da equipe da próxima rodada.

Outro jogador que não vai figurar entre os relacionados para o clássico é o jovem atacante Talles Magno. O atleta foi convocado para servir a seleção Brasileira sub-17. Sobre a não liberação do jogador, Luxemburgo disparou. “Eu estou bravo com a CBF. Tive um jogo importante e fui prejudicado pelo VAR, que me tirou o gol, me tirou o Rossi e agora não liberam o Talles para jogar sábado. O jogador é do Vasco da Gama e o salário quem paga é o Vasco da Gama. Eu preciso do jogador!” disse o comandante vascaíno. As últimas decisões da Confederação despertaram a ira dos torcedores nas redes sociais.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar