WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Sob comando de Alex Lima, AL-BA terá reunião com Prisco para mediar ‘greve da Aspra’

Presidente interino da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado Alex Lima (PSB) está convocando deputados de oposição e de governo para uma reunião com o deputado estadual Soldado Prisco (PSC) nesta quinta-feira (10), às 17h. O encontro deve mediar o movimento de policiais paralisados da Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra/Bahia), liderado por Prisco.  

 

“Se iniciou esse processo em que sugeri, ao lado do presidente Nelson Leal (PP), que a AL-BA fosse mediadora da situação que tem afetado a vida dos baianos. Vamos tentar estabelecer diálogo com o movimento do deputado para que ele termine o mais rápido possível”, disse Alex Lima. 

No Instagram, Prisco disse aos prantos que irá para a reunião e que o governo aceitou negociar com o movimento paredista sob sua liderança. A informação, no entanto, é imprecisa. A reunião na AL-BA não deve contar com representantes do governo do estado e muito menos servir como mesa de negociação com a categoria, como apurou o Bahia Notícias. “Nossa intenção é sentar com Prisco e ver como podemos ajudar”, descreveu Lima sobre o encontro de mediação. 

Devem participar do encontro desta tarde deputados estaduais convocados por Alex Lima, além de membros da mesa diretora da Casa. “Será uma reunião suprapartidária com parlamentares do governo e da oposição. Esse assunto delicado não deve ser tratado como questão política”, disse o presidente interino. 

Líder do governo na AL-BA, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) está em deslocamento para o município de Santa Inês e não deve participar da reunião. No entanto, o encontro já estaria acordado entre lideranças da AL-BA e mesa diretora. 

O governo do estado não reconhece que a Polícia Militar está em greve (veja aqui) e, nos bastidores, muitos agentes do poder Executivo estadual lembram que o governador não costuma negociar com categorias que estão paradas.  

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar