WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

O conflito Globo x Bolsonaro continua pegando fogo

Deputado Federal José Medeiros (Podemos-MT) quer ouvir o jornalista William Bonner e a cúpula da Globo na CPI das Fake News.

O presidente criticou a reportagem do “Jornal Nacional” que associou seu nome a um dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco em 14 de março de 2018.

“Vocês, TV Globo, o tempo inteiro inferniza minha vida, porra! (…) Vocês não tem vergonha na cara. Agora, Marielle Franco, querem empurrar pra cima de mim? Patifes, canalhas, não vai colar! Não devo nada a ninguém. Vocês querem arrebentar com o Brasil. Estava muito bem com governos anteriores, mamavam bilhões de estatais. Acabou a “teta”, não tem mais dinheiro público pra vcs”, declarou Bolsonaro.

Em resposta as declarações do Presidente, a Rede Globo fez uma nota de esclarecimento afirmando que: “não depende nem nunca dependeu de verbas de governos, embora a programação oficial seja legítima e legal”. Disse ainda que a Rede Globo fez um jornalismo com seriedade e responsabilidade. (…) Ressaltando com ênfase por apuração própria que as afirmações do porteiro se chocaram com um fato: a presença do então Deputado Jair Bolsonaro em Brasília.

Ao ser questionado sobre equilíbrio da reportagem, o Presidente Jair Bolsonaro diz: “A TV Globo teve acesso a um processo que está em segredo de justiça, ponto final”. (…) “A Globo diz que minhas digitais estavam aqui em Brasília, ela não nega isso aí, mas sempre fica a suspeita na outra ponta da linha, ah, será que esse dedo no painel aqui, não teria sido algo que não ocorreu dentro da normalidade? Sempre fica essa suspeita, qual a intenção da Globo em fazer isso aí? Será que a Globo quer criar uma narrativa em que eu deveria me afastar, ou que o povo deveria ir à rua pra pedir meu afastamento?”

Nota de resposta da Globo: “A Globo lamenta que o presidente revele não conhecer a missão do jornalismo de qualidade e use termos injustos para insultar aqueles que não fazem outra coisa senão informar com precisão o público brasileiro. Sobre a afirmação de que, em 2022, não perseguirá a Globo, mas só renovará a sua concessão se o processo estiver, nas palavras dele, enxuto, a Globo afirma que não poderia esperar dele outra atitude. Há 54 anos, a emissora jamais deixou de cumprir as suas obrigações.”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar