WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Estudante picado por cobra naja no DF recebe alta da UTI

O estudante de medicina veterinária Pedro Henrique Krambeck, de 22 anos, recebeu alta, neste domingo (12), da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular após ter sido picado por uma cobra nada. Ele estava internado desde a última terça-feira (7).

 

Ao deixar a UTI, o jovem foi levado para o quarto, onde se recupera. Ele chegou a ficar em coma e recebeu soro antiofídico por causa da picada da serpente, que é considerada uma das mais venenosas do mundo.

 

Após a picada, Pedro Henrique teve que ser medicado com soro antiveneno, que só foi encontrado no Instituto Butantan, em São Paulo. O órgão informou que “não produz e nem disponibiliza soro antiofídico para acidentes com naja, uma vez que é uma espécie exótica, não pertencente à fauna brasileira”, comunicou.

 

“A instituição somente mantém um pequeno estoque em sua unidade hospitalar de atendimento para eventual acidente com pesquisadores que realizam estudos com o animal na instituição”, acrescentou.

 

Os pais de Pedro Henrique chegaram a importar dez doses do soro antiofídico dos Estados Unidos. A medicação, no entanto, não foi necessária.

 

Na última quinta-feira (9), após a apreensão de 16 serpentes em um haras na área rural de Taquara, na região de Planaltina, a Polícia Civil do DF revelou um suposto esquema de tráfico de animais silvestres pelo estudante de medicina veterinária.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar