A nutricionista do Centro de Assistência ao Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), Lorenna Fracalossi, alerta às pessoas com algum problema de saúde para os cuidados com a alimentação neste período em que os baianos consomem bastante comida típica.Produtos como amendoim, milho, laranja, pamonha, bolos e mingaus de diversos sabores, além dos licores, devem ser consumidos com moderação por pessoas que têm problemas de saúde como diabetes.

A especialista recomenda que se deve dar prioridade às comidas in natura, menos processadas como o milho e o amendoim. “Milho cozido ou assado é uma ótima opção para ser consumido no cardápio junino, por ser fonte de energia e fibras que aumenta a saciedade, uma vez que o grão não perde a sua casca no processo de cocção, o que exige uma mastigação adequada”.

A nutricionista explica que o amendoim é fonte de gorduras boas, magnésio, vitaminas do complexo B, ômega3, tem ação antiinflamatória, “contudo, também deve ser consumido com moderação devido ao seu valor calórico”, orienta a nutricionista, que deu uma opção de itens a serem consumidos, sem culpa, na noite de São João: “uma pessoa diabética pode consumir uma espiga de milho, uma fatia de bolo, preparado com adoçante e uma xícara de amendoim, que não comprometerão seu controle glicêmico”.

Ela destaca que é importante ficar atento às quantidades e não exagerar. E dá exemplos para a contagem do carboidrato: uma xícara de amendoim tem 10 gramas de carboidratos, uma espiga de milho, 15 gramas, uma laranja 15 gramas.

Pimenta