WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
janeiro 2019
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: ‘Blog’

Eleições 2018: NÃO SE FAZ ESCOLHA CERTA VOTANDO EM BRANCO OU NULO

Desgaste politico o Brasil vive há séculos, apostamos em um, nos decepcionamos com outro. Mas que bom que vivemos em uma democracia, e possuímos um sistema eleitoral que coloca nas nossas mãos o direito de decidirmos quem irá administrar nosso país, e nos dá o dever de fiscalizar a eventual administração destes nossos servidores públicos.

Comparações com países europeus, com a potência norte americana, com o passado, projetando um futuro que nem ao menos sabemos como será, nos distancia do compromisso de assumirmos as rédeas do país, nos concedendo a confortável e oportunista posição de figurante em um cenário onde somos, todos nós, protagonistas.

O voto branco ou nulo, vem com um peso de covardia cívica imensurável. É como se não quiséssemos nos responsabilizar por catástrofes e crises… Mas, o fato é que votando ou não, somos responsáveis por tudo que acontece dentro desta nação. Se as opções não te agrada, seja você a opção. Se nem mesmo você merecer seu voto. Mude de nação.

Mesmo que os votos brancos e nulos representem mais da metade do total de votos de uma cidade, de um estado ou do país, não é possível anular a eleição por este motivo. É mito acreditar que os votos nulos e em branco podem anular uma eleição, bem como de alguma forma beneficiar um ou outro candidato, interferindo de forma direta nos Quocientes Eleitoral e Partidário (esses quocientes interessam para o caso de eleição proporcional, como é a hipótese de eleição para vereador, deputado federal e deputado estadual).

A suposta anulação da eleição não acontece. A confusão do entendimento de que tais votos poderiam anular uma eleição é originária, ao que tudo indica, da equivocada interpretação dada ao caput do artigo art. 224[3] do Código Eleitoral, que estabelece: “Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.”.

Essa nulidade de votos ocorre após a eleição, na hipótese da Justiça Eleitoral decretar a ilegitimidade de alguma votação como pode acontecer, por exemplo, quando reconhece alguma fraude nas eleições, a exemplo do candidato que é condenado por compra de votos. É dessa nulidade que o art. 224 do Código Eleitoral trata, ao estabelecer como consequência a nulidade da eleição, mas não tem a ver com a anulação proposital (ou não) do voto pelo eleitor.

Essa conclusão é reforçada pelo teor do § 3º do já mencionado art. 224 do Código Eleitoral, que estabelece: “A decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado[4], a realização de novas eleições, independentemente do número de votos anulados.”[5].

É preciso esclarecer que a Constituição estabelece em seu artigo 77, § 2°[6], que tanto o voto em branco como o nulo são descartados, para efeito, por exemplo, da escolha do presidente da República, sendo “eleito o candidato que obtiver a maioria absoluta dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos”.

Semelhante previsão encontra-se nos arts. 2º e 3º da Lei nº 9.504/97, para a escolha dos governadores e prefeitos.

Desta previsão constitucional (e legal) resulta a conclusão de que o voto que o eleitor anula (ou vota em branco) vai literalmente para o “lixo”, digamos.

Votos em branco e nulos, ainda que totalizem mais de 50%, não anulam eleição. Isso é mito.

Melhor do que anular o voto seria o eleitor buscar informações seguras sobre os futuros candidatos, de forma a tentar não errar na escolha, porque um Congresso qualificado moralmente pode impedir um presidente da República eventualmente mal intencionado, assim como uma Assembleia Legislativa, relativamente a um Governador eventualmente mau-caráter.

Afinal, a sabedoria popular nos ensina que não há mal que sempre dure. E bons políticos são forjados na têmpera inflexível do povo que os escolhe.

por Caliana Mesquita/informações colhidas site jus.com,br

Mãe sabia que pastor usaria morte dos filhos para promover igreja

A pastora Juliana Sales, que virou ré no processo e foi presa acusada de omissão pela mortes dos filhos, sabia que o marido, o pastor Georgeval Alves, pretendia usar as mortes das crianças para ganhar notoriedade e ascensão religiosa, além de conseguir mais fiéis e dinheiro para sua igreja. George Alves está preso desde o dia 28 de abril. Juliana foi presa na madrugada desta quarta-feira (20).

Segundo o juiz André Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares, Juliana sabia dos desvios de caráter do marido, dos abusos sexuais sofridos pelos filhos, e mesmo assim apoiava os planos dele de se promover na igreja. Foi Dadalto quem determinou a prisão da pastora. A defesa dela disse que não vai se manifestar até ter acesso às informações.

“O pastor George, em parceria com a pastora Juliana, buscava uma ascensão religiosa e aumento expressivo de arrecadação de valores por fiéis e, para esta finalidade, ceifou a vida dos menores Kauã e Joaquim para se utilizar da tragédia em seu favor”, diz a decisão.

Mensagens e abusos
Ainda de acordo com Dadalto, troca de mensagens pelo celular apontam que Juliana sabia do comportamento sexual do marido. Em uma delas, ela diz ter ‘nojo’ e ele respodia que se sentia ‘imundo’ e um ‘lixo’ por conta dos atos.

Ainda na decisão, o juiz afirma que as crianças relataram sobre os abusos sexuais que sofreram do pai na escola. Em um episódio, Kauã chorou desesperadamente, mas disse aos professores que não poderia contar o motivo. O irmão dele, Joaquim, também falou que sofria abusos na escola onde estudava. Os pais foram acionados e alegaram que os supostos abusos não eram em casa e acusaram uma outra criança de 5 anos.

Pelo celular, Juliana também enviou para a mãe uma mensagem afirmando que dormiu bem após a morte dos filhos. E para o marido enviou: “eu não estou preparada para dar errado”. Outra mensagem que também chamou a atenção na investigação foi em uma conversa com outros pastores. “Não sei se vou conseguir ser forte até o final”, afirma.

A decisão diz também que os pastores não reagiram quando Kauã “sofreu ‘maldades’ por parte de dois ‘caras’ na piscina”.

O juiz revelou que após a morte das crianças, o casal esteve na casa para jogar vários objetos no quarto. Em seguida, eles retiraram quase todos os objetos, além de lençóis e roupas de cama, que foram entregues a outras pessoas para serem lavados.

O crime
Inquérito apontou que o pastor abusou das crianças e, em seguida, colocou fogo nas vítimas na casa onde eles moravam, em Linhares, no dia 21 de abril. Na época, a mãe das crianças disse que estava viajando com o filho mais novo do casal. Por conta disso, chegou a descartar a participação de Juliana no crime. Mas após o investigação, foi descoberto o contrário.

Segundo revelou o delegado André Jaretta, foram encontrados vestígios de sêmen nas crianças e sangue no banheiro após exames periciais. “Com as duas vítimas ainda vivas, porém desacordadas, o investigado as levou até o quarto, as colocou na cama e ateou fogo nas crianças, fazendo com que elas fossem mortas com o calor do fogo”, contou o delegado.

G1

Policial Militar é alvo de ataque homofóbico após postar foto com namorado; assista

Uma foto carinhosa entre um casal causou alvoroço nas redes sociais. Mais do que isso: deixou evidente a face cruel da homofobia. O soldado da Polícia Militar de Brasília, Wallace Ferreira Pereira e o seu companheiro Mauro Ximenes foram alvos de ataques homofóbicos. Em postagens publicadas no Facebook e repassadas em grupos de WhatsApp, um homem utiliza uma foto do servidor em exercício e outra com ele ao lado do namorado, e faz um comparativo com os antigos servidores da segurança pública e os atuais.

“Antigamente só tinha PM barrigudão que comia PF de arroz com feijão e torresmo naqueles botequins pé sujo. Aí a PM começou a exigir faculdade e começaram a chegar uns caras que não comem carne gordurosa porque faz mal, só bebem suco Detox e acham que têm a bunda mais bonita que a das mulheres. Só podia dar nisso”, escreveu o internauta.

Em um video publicado no seu perfil do Instagram, o PM se manifestou informando que tomará providências sobre as agressões. “Nada vai ficar em vão. Isso não vai prejudicar minha, vida, minha rotina. Mas o que aconteceu comigo, pode acontecer com qualquer outro. Isso não pode ficar impune. O resultado vai ser muito ruim para quem começou isso e para quem está compartilhando”.

Wallace integra o 9º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo, mas está cedido à Força Nacional de Segurança em Brasília.

Além da foto do militar com o namorado choveram comentários preconceituosos em outras imagens postadas pelo PM onde ele aparece de sunga. “Que absurdo. Uma mancha na nossa farda”, postou um usuário do Twitter. Apesar das críticas, o militar e o namorado também receberam elogios e mensagens de apoio. “Que casal lindo. Continuem firmes. Mostre o que você quiser”, escreveu um usuário do Instagram.

Correio

População carcerária quase dobrou em dez anos

“Sou condenado à morte por doenças crônicas, que são o vírus da aids e da hepatite C, que não têm cura. Estou preso há muitos anos e está muito difícil o dia a dia pois sei que vou morrer qualquer dia desses”, escreveu uma pessoa privada de liberdade, de Santa Catarina. “Hoje o sistema prisional não recupera ninguém”, avaliou outra, de São Paulo.

Os testemunhos foram tornados públicos pelo projeto Cartas do Cárcere, que analisou 8.820 cartas recebidas em 2016 pela Ouvidoria Nacional dos Serviços Penais, órgão ligado do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da  Segurança Pública. São pedidos de apoio, declarações de saudade, confissões de arrependimento, relatos de um dia a dia sofrido, permeado pelas mais distintas violações de direitos. Por meio das palavras das próprias pessoas privadas de liberdades, o caos do sistema penitenciário é revelado.

Um drama que se traduz também em números. A população carcerária brasileira quase dobrou em dez anos, passando de 401,2 mil para 726,7 mil, de 2006 a 2016. O número é do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) de junho de 2016, que apresenta os últimos dados oficiais divulgados. Tendo em vista o crescimento progressivo dos encarceramentos no Brasil de cerca de 4%, ano a ano, o número deve ser maior. Do total, 40% são presos provisórios, ou seja, ainda sem condenação judicial. Em todo o país, há 368 mil vagas, o que significa uma taxa de ocupação média de 197,4%.

Mais da metade dessa população são jovens de 18 a 29 anos e 64% das pessoas encarceradas são negras. O maior percentual de negros é verificado no Acre (95%), Amapá (91%) e Bahia (89%). Os dados mostram que 95% dos presos são homens. A participação das mulheres se destaca quando observados alguns tipos penais, como o de tráfico de drogas, crime cometido por 62% das mulheres que estão presas. Do total de mulheres presas, 80% são mães e principais responsáveis, ou mesmo únicas, pelos cuidados de filhos.

Quanto à escolaridade, menos de 1% dos presos tem graduação. “A gente está falando em 89% da população carcerária que não têm educação básica completa. É um grupo de pessoas que já ingressa no sistema prisional com alguma vulnerabilidade”, afirma a coordenadora-geral de Promoção da Cidadania do Depen, Mara Fregapani Barreto.

Pela Lei de Execução Penal, a assistência ao preso é dever do Estado, a fim de prevenir o crime e orientar o retorno à convivência em sociedade. Para tanto, deve envolver ações de assistência material, à saúde, jurídica, educacional, social e religiosa.

A realidade do cárcere contrasta com a previsão legal, mesmo para quem tenta reconstruir a vida, ainda que na prisão. O relato está em outra “carta do cárcere”, desta vez de um detento do Rio de Janeiro . “Estudando na unidade de ensino prisional, concluí o segundo grau, chegando a ser aprovado no vestibular da Uerj. Fui informado pelo serviço de inclusão social que mandariam uma equipe de funcionários fazer a inscrição na instituição. Contudo, não houve a presença de nenhum funcionário”, lamenta.

Segundo o Depen, apenas 15% da população prisional estavam envolvidos em atividades laborais, internas e externas aos estabelecimentos penais, o que representa um total de 95.919 pessoas. Entre os que trabalhavam, 87% estavam em atividades internas. “A Lei de Execução Penal jamais saiu do papel”, afirma a coordenadora do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, Julita Lemgruber,  primeira mulher a comandar o sistema prisional fluminense.

A situação poderia ser ainda pior, pois há um grande número de mandados de prisão pendentes de cumprimento. De acordo com o Banco Nacional de Monitoramento de Prisões, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) , o total chega a 143.967, sem considerar estados que ainda não inseriram no banco as informações completas sobre seus sistemas, como Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná.

O resultado desse cenário está inscrito em diversas denúncias contra o país apresentadas à Corte Interamericana de Direitos Humanos, que em maio do ano passado discutiu, em audiência, a situação de pessoas presas no Complexo Penitenciário de Curado, em Pernambuco; no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão; no Instituto Penal Plácido de Sá Carvalho, no Rio de Janeiro e na Unidade de Internação Socioeducativa (Unis), no Espírito Santo, que estão listadas em Medidas Provisionais da Corte, para cumprimento de melhorias no atendimento nestas unidades.

Diante do quadro, Mara Fregapani aponta como saída o reforço às alternativas penais, como penas restritivas de direitos, conciliação e mediação. “É preciso ofertar ações, serviços, assistência que possibilitem a essas pessoas reescrever a sua história”, destaca a coordenadora.

Correio

Copa 2018 Brasil chega à última rodada na situação mais complicada em 40 anos

Mesmo com a vitória sobre a Costa Rica na manhã desta sexta-feira (22), o Brasil entrará na última rodada da fase de grupos ainda sem a classificação confirmada. Isso aconteceu também em 2014, mas com situação um pouco mais favorável à seleção brasileira, que enfrentaria um time já desclassificado. Antes disso, apenas em 1978.

Na Rússia, a seleção chegou a quatro pontos e lidera o grupo E. Suíça tem o mesmo número de pontos, mas está atrás no saldo. Sérvia vem logo atrás com três. Costa Rica não pontuou e já está eliminada.

Assim, o Brasil precisa de um empate contra a Sérvia na última rodada, na próxima quarta-feira (27), para garantir a classificação às oitavas de final da Copa.

Em 2014, o Brasil teve um de seus piores começos de Copa do Mundo. Assim como nesta edição do Mundial, a equipe chegou à última rodada da fase de grupos com uma vitória e um empate.

Na Copa realizada no Brasil, a seleção nacional terminou a segunda rodada da fase inicial liderando o Grupo A, com quatro pontos. México vinha em segundo, com a mesma pontuação, mas atrás no saldo. Croácia, com três, e Camarões, zerado, fechavam o grupo.

A situação era parecida com a atual, mas a seleção brasileira enfrentaria uma seleção já desclassificada na última rodada.

Para se garantir, o país precisava só de um empate e com uma derrota ainda teria chances de classificação.

México e Croácia se enfrentariam na última rodada e, em caso de derrota brasileira, um empate nessa partida tiraria a equipe dona da casa da zona de classificação.

Se os mexicanos vencessem, o Brasil estaria classificado para a segunda fase mesmo que derrotado. Numa vitória croata, decidiria a classificação com o México no saldo de gols se também perdesse a partida.

Agora, se o Brasil perder, a Sérvia estará classificada e a vaga será disputada com a Suíça, que enfrenta a eliminada Costa Rica.

1978

Em 1978, após duas rodadas, a seleção tinha dois pontos (dois empates) e era a segunda colocada no grupo 3. A Áustria, última adversária do Brasil, liderava com quatro pontos. Espanha e Suécia vinham logo atrás com um ponto.

Naquela época (e assim foi até 1990), uma vitória na fase de grupos rendia dois pontos, e não três, como é hoje. Então, se o Brasil perdesse para a Áustria, poderia ser ultrapassado pelo vencedor do duelo entre Espanha e Suécia, e ficaria fora da zona de classificação.

No final, a seleção venceu a partida e se classificou em primeiro, com os austríacos em segundo. O Brasil terminou a Copa de 1978 na terceira colocação. A Argentina, dona da casa, foi campeã.a

Folh

Leo Prates: Câmara valoriza seus servidores e aprova projeto que beneficia categoria

Conquistas dos trabalhadores foram asseguradas pelo presidente Leo Prates

Os avanços conquistados pelos servidores da Câmara Municipal de Salvador na gestão do presidente Leo Prates (DEM), nos últimos 18 meses, foram fortalecidos com a aprovação do projeto de lei que consolida o acordo firmado com os membros da Mesa Permanente de Negociação da Casa e a Associação dos Servidores da Câmara (Ascam). O projeto que garante melhorias para os trabalhadores foi aprovado em plenário na segunda-feira (18).

A aprovação da matéria garante a implementação da Gratificação de Avanço por Competência (GAC), a partir deste mês; o avanço anual para toda a categoria, de uma única vez, em dezembro do ano em curso; dentre outros benefícios.

“Essa gestão tem atendido às aspirações dos servidores e isso se consolidou com o projeto que acrescenta e revoga dispositivos à Lei nº 9.205/17 e da Lei nº 9.206/2017, que dispõe sobre a reestruturação do Plano de Cargos, Vencimentos e Carreira dos Servidores. Todos os aspectos foram discutidos e aprovados em assembleia da categoria, conduzida pela Ascam”, disse o servidor Sidelmar Castro, membro da Mesa Permanente de Negociação.

“Além disso, considero muito importante o reajuste do auxílio-saúde, uma vez que, agora, o benefício se amplia à medida que avança a idade do servidor”, acrescentou Sidelmar.

Conquistas asseguradas

O Plano de Cargos, Vencimentos e Carreira dos Servidores foi aprovado na gestão de Leo Prates. A matéria passou pelo Ministério Público do Estado da Bahia em sua fase de elaboração. O plano estabelece uma gratificação aos servidores condizente com o nível de escolaridade, contemplando profissionais com cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Entre os principais ganhos está o realinhamento das funções de confiança com a valorização técnica do servidor; a sedimentação das carreiras; a preservação dos direitos adquiridos e a ampliação das carreiras na Casa.

Leo Prates destaca ainda como um avanço da gestão a realização de concurso público que abriu 60 vagas e mais 100 para cadastro reserva. O certame realizado em fevereiro deste ano está em fase de homologação.

“A realização do concurso foi uma promessa feita quando assumi a presidência da Casa e a aprovação do Plano de Cargos permitiu que pudéssemos reorganizar nosso quadro, gerando mais emprego e recompondo o quadro da Câmara”, afirmou o presidente.

Este é o representante que o sul da Bahia também quer junto com a gente. Leo Prates é a aposta de Dr. Cosme Araújo para tornar a Assembleia Legislativa da Bahia mais digna dos baianos.

 

por CMS/ Caliana Mesquita

ESPECIALISTAS ALERTAM PARA OS CUIDADOS COM O CONSUMO DE PRODUTOS JUNINOS

A nutricionista do Centro de Assistência ao Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), Lorenna Fracalossi, alerta às pessoas com algum problema de saúde para os cuidados com a alimentação neste período em que os baianos consomem bastante comida típica.Produtos como amendoim, milho, laranja, pamonha, bolos e mingaus de diversos sabores, além dos licores, devem ser consumidos com moderação por pessoas que têm problemas de saúde como diabetes.

A especialista recomenda que se deve dar prioridade às comidas in natura, menos processadas como o milho e o amendoim. “Milho cozido ou assado é uma ótima opção para ser consumido no cardápio junino, por ser fonte de energia e fibras que aumenta a saciedade, uma vez que o grão não perde a sua casca no processo de cocção, o que exige uma mastigação adequada”.

A nutricionista explica que o amendoim é fonte de gorduras boas, magnésio, vitaminas do complexo B, ômega3, tem ação antiinflamatória, “contudo, também deve ser consumido com moderação devido ao seu valor calórico”, orienta a nutricionista, que deu uma opção de itens a serem consumidos, sem culpa, na noite de São João: “uma pessoa diabética pode consumir uma espiga de milho, uma fatia de bolo, preparado com adoçante e uma xícara de amendoim, que não comprometerão seu controle glicêmico”.

Ela destaca que é importante ficar atento às quantidades e não exagerar. E dá exemplos para a contagem do carboidrato: uma xícara de amendoim tem 10 gramas de carboidratos, uma espiga de milho, 15 gramas, uma laranja 15 gramas.

Pimenta

MOVIMENTAÇÃO POLITICA INDICA QUE DR. COSME ARAÚJO SERÁ ELEITO E COMO DEPUTADO FEDERAL MAIS VOTADO DE ILHEUS

O site de noticias, Politicos do Sul, veiculou nesta terça feira (19), uma materia onde traça um eventual cenário eleitoral, sem o atual deputado federal Bebeto Galvão (PSB) na disputa, devido a tendecia do candidato psbista tentar concorrer a suplencia de senador, na chapa de Wagner (PT). Na avaliação do site o beneficiado com esta migração seria o Defensor do Povo, Dr. Cosme Araújo que passaria a consolidar o caminho de se tornar o candidato mais votado Ilheus para Câmara Federal, no pleito 2018.

“Como Bebeto tem sua principal base eleitoral em Ilhéus, ele não sendo candidato a reeleição deixará o campo aberto para Cosme Araújo. Como o PDT vai sair sozinho na chapa de federal, poderá eleger dois deputados, sendo que o segundo eleito poderá entrar com 40 mil votos”, avalia o site.

O fato é que a entrada ou saida de candidatos podem tornar mais tranquila a disputa, mas não são os fatores que determinarão a vitória do candidato do PDT em Ilhéus.

Os anos de vida pública, a dedicação aos povo, o amor com que faz politica e a seriedade em seu historico politico, ja são requisitos que que ja convenceram o ilheense a querer Dr. Cosme Araújo como Deputado Federal em 2018.

por Caliana Mesquita

Polo de Camaçari perdeu R$ 86 milhões só com navios atracados em 2017

O Polo de Camaçari fará aniversário no próximo dia 29 com um número que entrega a falta de infraestrutura no estado com a qual tem a indústria tem convivido nas últimas quatro décadas. No ano passado, o complexo perdeu pelo menos R$ 86 milhões com o pagamento de estadias de navios internacionais no Porto de Aratu, o qual não tem a devida capacidade de escoamento da produção, como explica o superintendente geral do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), Mauro Pereira.

“O Porto de Aratu, por exemplo, é muito deficiente. Ele não tem condições de carregar ou descarregar muitos navios. E quando um navio fica muito tempo parado, a gente tem que pagar estadia. Esse dinheiro que se perde encarece muito os produtos e faz com que a gente não consiga competir com outras empresas”, pontua ele.

Café da Manhã do PDT reúne lideranças pensando na Região do Cacau

Na manhã desta quarta feira (13), lideranças politicas do Partido Democrático Trabalhista, de Ilhéus,  se reuniram na Pousada Costa do Cacau, para um cafe da manhã que definiu estrategias para o lançamento da pre campanha de deputado federal, que terá Dr. Cosme Araújo, na disputa do pleito, e deputado estadual que traz para base de apoio de Araújo, nomes que prometem compor uma chapa forte, com votação expressiva em todo território baiano, como o do Presidente da Câmara de Municipal de Salvador, Léo Prates, que promete criar, junto a Araújo, um novo rumo a politica baiana.

” Esta reunião serviu para nos deixarmos mais fortes e conscientes da sustentação do nosso projeto. O povo quer mudança, quer que eu esteja no congresso para, em Brasilia, continuar defendendo os seus  direitos. Então, se o povo quer eu devo atender a vontade do povo”, disse Dr. Cosme Araújo em mais um passo solido rumo as eleições  de 2018.

Estiveram presentes a Dra. Kellyn Araujo, Empresario Paulo Gannem, ex presidente do sindicato dos estivadores de Ilhéus, Dr Emerson Gomes Tavares, o servidor da CODEBA, Fabão, o proprietário da casa de recuperação de drogados de Ilhéus, Clemilson, Andreia , Cleyton, Carlinhos Freitas, Micael do cavalos que é líder da juventude em Itabuna, Damasceno, Evangelista, Leo Novais, a Empresaria Monica  e outros. Personalidades que agregam força para o PDT conquistar a consumada liderança em Ilhéus e região. Na oportunidade Araújo também falou do seu apoio ao pre candidato a Governador, que não é o do PT.

por Caliana Mesquita

Leo Novais declara apoio a Dr. Cosme Araújo na pré candidatura a Deputado Federal

O jovem e articulado blogueiro ilheense, Leo Novais, rompeu as alianças com o Partido Progressista e decidiu declarar apoio ao pedetista, Cosme Araújo, na disputa ao Congresso Nacional deste ano.

“Isaac, boa noite. Agradeço pelo convite mas já estou fechado 100% com Cosme e tenho palavra. Discordo que ele não tem chance. Tenho andado por ai e não vejo nome melhor. Acho que Cosme vai ganhar, mas, independente dele ganhar ou não estou com ele para o que der e vier. Por favor diga para não ligar para mim, pois, pode me prejudicar com minha comunidade”, disse Leo Novai ao articulador politico pepista, Isaac, que apos deixar um dos seus “pupilos” à ver navios na politica, percebeu que o jovem politizado, tem personalidade e visão cívica, e conseguiu enxergar novos horizontes para Ilhéus.

Leo, que hoje é visto como uma liderança no condomínio Sol e Mar, também declarou apoio ao pre candidato do PDT, Leo Prates, e esta se filiando a sigla ainda esta semana.

“O apoio de Leo é importante para nosso projeto, pois, trata-se de um rapaz jovem, com ideias novas, visão social”, disse o Defensor do Povo, Dr. Cosme Araújo, que a cada dia ganha mais força na corrida para ocupar uma cadeira na Câmara Federal.

Da redação

ILHEENSES APONTAM DR. COSME ARAÚJO COMO O CANDIDATO FAVORITO PARA O CONGRESSO NACIONAL

As eleições estão batendo na porta e os cidadãos começam a debater quais personalidades podem ocupar a preferencia nas urnas, já que a disputa,este ano, apresenta um leque de possibilidades. Figuras carimbadas, desqualificadas, outras inexperientes, outras até bem intencionadas, mas poucas com experiencia e traquejo politico para conquistar a maioria do eleitorado, buscam conquistar os ilheenses.

O fato é que politica é coisa seria, e precisa de representante que faça valer a responsabilidade e o compromisso com a vida dos cidadãos, alem de se preocupar com o futuro do país. Critérios que os ilheenses, demonstram esta atentos e seguros, pois faltando 4 meses para a decisão final, nomes começam a ser profanados, espontaneamente, pelos quatro cantos de Ilhéus. Entre eles, o Dr. Cosme Araújo, que já se declarou pre candidato a Deputado Federal.

Com uma história movida pela intensidade na defesa dos cidadãos, tanto como representante da lei, com mais de 34 anos de advocacia, garantindo que a lei esteja presente na vida de todos os brasileiros, quanto na cobrança e criação delas, no que tange as funções da vida politica, o Defensor do Povo, promete ser o Deputado Federal mais votado da terra da Gabriela.

“Cosme tem personalidade, determinação e uma credibilidade inabalavel, caracteristicas que precisamos na politica federal. Ilheus precisa dele no Congresso”, disse Joana Andrade, cidadã ilheense, que aprendeu a admirar Araújo, por ter acompanhado sua trajetória profissional e politica.

De fato o Congresso Nacional não precisa de cordeiros mas sim de leões, que não tenham medo nem se acovardem por propostas faceis. E com a imagem integra, sem manchas que abalem sua honestidade, Dr. Cosme Araújo já tem em Ilhéus o campo consolidado para ajuda-lo a ocupar uma cadeira no Congresso Nacional.

por Caliana Mesquita



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia