WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
março 2019
D S T Q Q S S
« fev    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘Brasil’

Menina de 10 anos é estuprada e morta dentro de casa em Camaçari

A pequena Milena Alves, de 10 anos, foi estuprada e morta dentro da casa onde morava em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). O corpo da vítima foi encontrado dentro do quarto pela própria mãe, por volta de 17h, na Rua da Manoela, no bairro Gleba A.

Nas primeiras apurações, ainda na noite de quinta, agentes da 18ª Delegacia (Camaçari) que estiveram no local informaram que a menina foi estuprada e morta por asfixia dentro da própria casa. À PM, a mãe informou que a janela da casa estava arrombada.

Três suspeitos do crime chegaram a ser detidos, mas após prestar depoimento, foram liberados. Eles negam o crime (ver abaixo).

Testemunhas estão sendo ouvidas na Delegacia de Homicídios de Camaçari pela delegada Maria Tereza. Entre as que já prestaram depoimento está a mãe da vítima, Ana Conceição Alves.

De acordo com o cunhado de Ana, Daniel Bonfim, 32, a garota saiu na companhia da mãe por volta das 7h para a escola. A mãe, após deixar a filha na escola, seguiu para o trabalho, uma loja de roupas no centro da cidade.

A vítima voltava, todos os dias, sozinha para casa. De acordo com Daniel, no dia do crime não foi diferente: a garota chegou em casa depois da aula, no entanto, foi encontrada morta, com sinais de violência sexual, em cima da cama do próprio quarto. A mãe foi a primeira a se deparar com o corpo, logo após chegar do serviço.

A garota era responsável por buscar o irmão na creche, à tarde, mas não apareceu na unidade de ensino. A princípio, após chegar em casa e encontrar a filha sem vida, a mãe também achou que o garoto de três anos havia sido sequestrado; ele estava na creche a espera da irmã.

“Às vezes, a mãe também buscava o garoto. Quando ela entrou e não encontrou o menino, achou que algo tivesse acontecido com ele também. O menino não estava porque a garota não foi buscá-lo”, acrescentou o cunhado.

Ainda de acordo com o cunhado, a mãe da vítima reparou que a porta da casa estava trancada e a chave presa na fechadura, no interior da residência. Sinais que levam a família a acreditar que o autor do crime já poderia estar no interior da residência, a espera de Milena.

No entanto, a delegada que está a frente do caso evitou falar sobre o crime. “Para não atrapalhar as investigações”, justificou Ana Tereza.

Correio

OAB EMITE NOTA CONTRA ATO DO MEC QUE ABRIU MILHARES DE VAGAS EM CURSOS DE DIREITO

O presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, emitiu nesta quarta-feira (16), nota contra ato do Ministério da Educação que permitiu a abertura de novos cursos de Direito, somando mais de cinco mil novas vagas para a graduação. Confira:

“A sociedade brasileira novamente é atacada pelo MEC, que mais uma vez autoriza a abertura de milhares de vagas em cursos de Direito, sem que uma avaliação profunda das mesmas seja feita, permitindo assim que o estelionato educacional se perpetue em nosso país.

Aos olhos da sociedade, a abertura de vagas dá a falsa impressão de que haja um positivo avanço social rumo ao ensino superior de qualidade. Na prática, o que ocorre é bem diferente. São milhares de jovens estudantes e famílias inteiras lesadas pela baixíssima qualidade de cursos criados sem levar em conta critérios básicos como a necessidade social e a estrutura mínima para receber os discentes, além da falta de capacidade do mercado para recepcionar os alunos nas atividades de práticas jurídicas.

A ampliação da oferta de vagas – uma valiosa moeda de troca, especialmente em período pré-eleitoral – fragiliza a boa formação dos alunos, o que resulta na enxurrada de profissionais diplomados e muitos sem condições de enfrentar a realidade de um mercado de trabalho competitivo ou mesmo de habilitar-se ao exercício da advocacia.

O MEC precisa urgentemente adotar critérios de maior responsabilidade e fiscalização, para que os alunos deixem de ser vítimas de um verdadeiro estelionato, promovido por algumas instituições cujo interesse passa longe da qualidade da formação, mas prioritariamente pelo lucro”.

Claudio Lamachia, presidente nacional da OAB

Operação combate pedofilia em 8 cidades da Bahia; ação ocorre em todo o país

A Polícia Civil da Bahia participa da Operação Luz da Infância 2, megaoperação nacional liderada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública, em combate à pedofilia. No estado baiano, estão sendo cumpridos 26 mandados de busca e apreensão nas cidades de Salvador, Camaçari, Feira de Santana, Poções, Camacã, Ilhéus, Itagimirim e na Ilha de Itaparica. Suspeitos também estão sendo detidos em flagrante.

Segundo informações da Polícia Civil, os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Dint/Senasp/MESP), com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais, que apresentavam indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

Em Salvador, os presos estão sendo levados para a Delegacia Especializada  de Crimes Contra Criança Adolescente (Dercca).

Esse conhecimento produzido durante quatro meses foi repassado às Polícias Civis – em especial delegacias de proteção à criança e ao adolescente e repressão a crimes informáticos – que instauraram inquéritos e solicitaram aos juízes locais a expedição dos mandados.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, as equipes procuram arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. A força-tarefa ocorre desde as primeiras horas da manhã, num total de 24 estados, além do Distrito Federal. Outras informações serão divulgadas ao longo do dia.

Já a Polícia Federal cumpre cinco mandados de busca e apreensão, visando combater os crimes de pornografia infantil na internet. São quatro mandados em Salvador e um em Alagoinhas. Cerca de 25 policiais federais participam da operação, cujo objetivo é a localização e apreensão de dispositivos informativos com suspeita de terem sido utilizados para compartilhamento de conteúdo de pornografia infanto-juvenil através da internet.

A ação da Polícia Federal foi realizada nesta data em razão da deflagração, também hoje, da Operação Luz da Infância 2, coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública. Até o momento três pessoas foram presas em flagrante.
Os envolvidos devem responder pelo crime do artigo 241-A da Lei 8069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente), que prevê penas de 3 a 6 anos de reclusão e multa.

Outros estados
Cerca de 2,6 mil policiais civis participam da operação em todo país para cumprir mais de 500 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados a crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes.

De acordo com nota do ministério, suspeitos já estão sendo presos em flagrante. Os alvos foram identificados por meio de material obtido em ambientes virtuais. De acordo com os investigadores, esse material representa “indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva”.

A operação está sendo deflagrada em parceria com as Polícias Civis do Distrito Federal e de 24 estados. Entre eles, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco.

De acordo com informações do Jornal do Commercio, em Recife, as investigações da polícia começaram em março deste ano, e essa rede criminosa atuava na Região Metropolitana do Recife (RMR).

Durante a ação, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão em residências e estabelecimentos comerciais. A polícia informou que, caso haja prisões, tanto os suspeitos quanto os materiais apreendidos, serão encaminhados para a sede do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA), na Madalena.

Essa foi a 15ª Operação de Repressão Qualificada, faz parte de outra ação nacional, chamada de “Luz na Infância”. Toda a deflagração foi coordenada pela Diresp, sob a supervisão geral da Polícia Civil. A “Infância Segura” teve a participação de 110 policiais civis, entre delegados, peritos, comissários, agentes e escrivães.

Pedofilia é doença
A pedofilia está entre as doenças classificadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como transtorno de preferência sexual. Pedófilos são pessoas adultas (homens e mulheres) que têm preferência sexual por crianças – meninas ou meninos – do mesmo sexo ou de sexo diferente, geralmente pré-púberes (que ainda não atingiram a puberdade) ou no início da puberdade.

O Código Penal considera crime a relação sexual ou ato libidinoso (todo ato de satisfação do desejo, ou apetite sexual da pessoa) praticado por adulto com criança ou adolescente menor de 14 anos. Conforme o artigo 241-B do ECA é considerado crime, inclusive, o ato de “adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente.”

 Correio

Sem rumo, velhos partidos tentarão emparedar novo presidente.

Assim como seus antecessores, o novo presidente subirá a rampa do Palácio do Planalto como refém do velho Congresso. A fragmentação do quadro político e a ruína das contas públicas armaram uma bomba-relógio que poderá paralisar ou até derrubar o próximo governo.

Não é coincidência que partidos grandes e médios estejam sem pressa para definir seus rumos na corrida presidencial. A prioridade de siglas como MDB, PP, PR e PRB será ampliar suas bancadas na Câmara e no Senado para forçar o novo mandatário a bater em suas portas.

Essas legendas cobrarão um preço alto —cargos, emendas e outras negociatas— para ajudar o governo a desviar de uma armadilha que está em fase de montagem.

A chamada regra de ouro obrigará o Executivo a pedir ao Congresso, já no primeiro ano, um crédito bilionário para cobrir o buraco das contas públicas. Se os deputados e senadores não aprovarem a verba, o presidente descumprirá a lei. Poderá ser processado por crime de responsabilidade e até sofrer impeachment.

Com essa ameaça, os partidos poderão manter sob rédea curta até mesmo um presidente como Jair Bolsonaro (PSL) e Ciro Gomes (PDT), que sustentam um discurso de repulsa ao balcão de negócios da política. Desiludidos com Geraldo Alckmin (PSDB) e outros candidatos do establishment, esses grupos buscam outras maneiras de exercer poder.

As regras eleitorais contribuirão para preservar a força dessas siglas. A legislação privilegia caciques na distribuição dos fundos de financiamento e cria barreiras para a renovação do Legislativo.

O velho MDB, que lidera esse movimento, pode repetir sua estratégia de 1998 e 2006. Nas duas ocasiões, o partido não deu apoio formal a nenhum presidenciável, mas negociou espaços no governo logo depois das vitórias de FHC e Lula, em troca de apoio no Congresso.

Apesar das incertezas da disputa deste ano, há um ponto claro: o MDB fará parte do próximo governo ou ameaçará derrubá-lo.

Folha

Você e sua turma querem financiar uma candidatura? Pode a partir de hoje

Você e seus amigos já sabem em quem vão votar nessas eleições? Escolheram uma figura bacana para depositar as expectativas? Se sim, que tal depositar também uma grana para fortalecer a candidatura? Meio estranho esse papo, né, mas saiba que se você é de um desses grupos politizados e engajados nas ideias de algum(a) candidato(a), pode investir, literalmente, em suas propostas, a partir desta terça-feira (15). Isso porque entrou em vigor a Lei 13.488/2017, que prevê a arrecadação prévia de recursos para as campanhas eleitorais de 2018.

Os pré-candidatos poderão começar a captação através das plataformas de crowdfunding (vaquinha virtual), que devem ser feitas por meio de empresas privadas, na internet, autorizadas pela Justiça Eleitoral.

Método amplamente difundido entre os empreendedores, o crowdfunding é um sistema de captação prévia de recursos para projetos. Comum nas campanhas eleitorais americanas, o financiamento coletivo tem estreia esse ano nas eleições brasileiras.

A nova modalidade de captação foi incluída na legislação através da reforma eleitoral de 2017. Os valores arrecadados durante o período pré-eleitoral ficarão retidos e só serão disponibilizados aos candidatos após o registro oficial da candidatura.

As doações que podem ser feitas por pessoas físicas, segundo o presidente da comissão eleitoral da OAB-BA, Ademir Ismerim, são uma forma de incentivar o eleitor a estar mais presente no processo eleitoral.

Eleitorado
Os cidadãos que têm o interesse de contribuir com as campanhas políticas devem ser cuidadosamente identificados pelo sistema de vaquinha virtual do candidato escolhido. Nome completo, CPF, valor doado, dados para a devolução da quantia – caso haja ilegalidades na arrecadação ou desistência da campanha – e formas de contato, são requisitos básicos para a doação.

A plataforma é responsável, ainda, por emitir o recibo e manter o pré-candidato e a Justiça Eleitoral cientes da arrecadação, além de disponibilizar uma lista online atualizada dos valores repassados. O máximo de doação que poderá ser feita por eleitor é de 10% do seu faturamento no ano anterior.

A nova medida, que obriga as instituições financeiras e de pagamento a aceitarem os valores através de cartões de débito e de crédito, ainda é motivo de desconfiança para o eleitorado.

O cineasta Pedro Perazzo, 33 anos, acredita que é uma forma de engajar o eleitor com as suas predileções políticas.

Já o aposentado José de Oliveira, 64, afirma que nem a garantia de devolução da quantia o faria doar. “Com tanta corrupção no país, me sinto inseguro em investir o meu dinheiro para campanha de algum candidato que, mais pra frente, pode se envolver em algum escândalo, como tantos outros”, comenta.

O financiamento coletivo entra em legalidade para abastecer as formas legais de arrecadação eleitoral e viabilizar o crescimento das doações de pessoas físicas, após a proibição das doações por pessoas jurídicas. No período de pré-campanha não pode ser praticada a propaganda eleitoral antecipada.

Correio da Bahia

INSS paga R$ 32 milhões em atrasados para baianos; veja quem tem direito

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) encerra nesta terça-feira (8) o pagamento de R$ 32 milhões em atrasados para 1,4 mil beneficiários baianos. Os valores, que começaram a ser pagos no último dia 2, correspondem ao pagamento do sexto lote das diferenças em função processamento de revisão dos benefícios impactados pela mudança na interpretação do inciso II do Artigo 29 da Lei 8.213 de 1991.

A revisão é fruto do cumprimento do acordo firmado, em agosto de 2012, entre o INSS, o Ministério Público Federal e o Sindicato Nacional dos Aposentados e Pensionistas da Força Sindical, homologado pela Justiça Federal em São Paulo, no âmbito da Ação Civil Pública (ACP).

Seguindo o cronograma de pagamento estabelecido no acordo, o sexto lote de atrasados abrange cerca de 30 mil benefícios em todo Brasil das espécies pensão por morte, auxílio doença previdenciário, aposentadoria por invalidez, auxílio acidente previdenciário, auxílio doença por acidente de trabalho, aposentadoria por invalidez por acidente de trabalho, auxílio doença por acidente de trabalho, auxílio acidente e pensão por morte por acidente de trabalho.

Neste lote, as diferenças serão pagas para beneficiários que possuem benefícios ativos (situação em 17/04/2012), com idade até 45 anos e com valores a receber a partir de R$ 15.000,01. No total, serão pagos aproximadamente R$ 660 milhões. Na Bahia, 1.496 pessoas têm direito ao benefício no total de R$ 32.405.475,43.

A data do pagamento foi definida com base no final do número do benefício. Os valores foram depositados nas contas dos beneficiários de acordo com o número do benefício.

Os beneficiários com final 1 e 6 receberam no dia 2 de maio. Aqueles com final 2 e 7 no dia 3, final 3 e 8 no dia 4, com final 4 e 9 no dia 7 e benefícios com final 5 e 0 receberão as diferenças nesta terça-feira (8).

Para os benefícios em que o titular faleceu após o processamento da revisão e antes do recebimento do crédito, e dos quais derivaram pensões por morte, serão realizados os pagamentos das diferenças no decorrer do mês de junho de 2018.

A revisão foi realizada automaticamente e não é necessário que os beneficiários procurem uma Agência da Previdência Social (APS).

Como saber se você tem direito?
O INSS disponibilizou sistema de consulta ao resultado da revisão aqui no site do Portal do INSS na internet (www.inss.gov.br), pelo Meu INSS (meu.inss.gov.br) e por meio da Central de Atendimento 135, que funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h. Porém, o valor do pagamento não será informado pela Central 135 e pela internet.

 

Correio

Inscrições do Enem começam nesta segunda-feira (07)

Os estudantes que desejam participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 vão poder realizar as inscrições nesta segunda-feira (07), a partir das 10h. A taxa é de R$ 82.  Aqueles que conseguiram a isenção da taxa também devem realizar a inscrição.

Para quem for pagar a taxa, o prazo máximo para quitação do boleto bancário é o dia 23 de maio. Mesmo que haja um feriado regional e os bancos não funcionem, a data-limite não será alterada, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

No momento da inscrição é necessário informar o número do CPF e do RG para que seja criada uma senha. É ela que dará acesso futuramente ao cartão de confirmação e aos resultados, por exemplo. Também é preciso ter um número de celular e um e-mail válidos, para que o Inep envie comunicados diretamente aos candidatos.

Além desses dados, os estudantes têm de afirmar se necessitam de algum atendimento especializado no dia da prova (como para pessoas com deficiência ou lactantes). Em outra etapa da inscrição, precisam marcar se a língua estrangeira cobrada na prova será o inglês ou o espanhol.

Datas das provas

O Enem acontecerá em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro:

04/11: 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e redação.

Duração: 5h30

11/11: 45 questões de ciências da natureza e 45 de matemática.

Duração: 5h (30 minutos a mais do que em 2017)

Horários das provas

Abertura dos portões: 12h

Fechamento dos portões: 13h

Início das provas: 13h30

Encerramento das provas: 19h (primeiro dia) e 18h30 (segundo dia)

Felix Mendonça Jr. declara apoio à pré candidatura do Dr. Cosme Araújo rumo a Câmara Federal

Temer diz que vai decidir sobre reeleição até julho

Na primeira entrevista exclusiva aos veículos da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) desde que assumiu o governo, o presidente Michel Temer afirmou que manifestações negativas, como a que ocorreu no 1º de Maio, quando prestou solidariedade às vítimas do incêndio em São Paulo, não interferem em decisões que pretende tomar.

Na ocasião, houve agressões verbais contra o presidente. “Eu achei que seria falta de autoridade eu não comparecer [ao local onde o prédio desabou]. Lamento, mas tenho de enfrentar”, disse.

Questionado se a reação negativa de alguns presentes não afetaria sua intenção de disputar as eleições de outubro, o presidente foi claro: “Não seria este fato que me faria desistir da reeleição”. Temer acrescentou que tem até julho para decidir.

 Temer recebeu a equipe da EBC na biblioteca do Palácio da Alvorada. A íntegra da entrevista poderá ser acessada na Agência Brasil e nos demais veículos da EBC.

JAQUES WAGNER NÃO DESCARTA PT NA VICE DE CIRO GOMES

Apontado como uma das alternativas do PT para a disputa à Presidência da República, o ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner admitiu nesta terça-feira (1º) que o partido pode aceitar ser vice de Ciro Gomes (PDT) e defendeu a inclusão de Joaquim Barbosa (PSB) no diálogo com os demais partidos de esquerda, informa o Estadão.

Wagner, no entanto, ressaltou que é favorável à estratégia petista de manter o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, até a última instância. Ele desautorizou a inclusão de seu nome entre os prováveis planos B do PT enquanto a candidatura do ex-presidente estiver colocada e admitiu quer a prisão de Lula dificulta a aceitação de outras alternativas pela cúpula petista. “Não coloco meu nome em hipótese alguma à disposição neste momento”, disse.

Ao chegar ao ato de 1º de Maio organizado pelas seis centrais sindicais na tarde desta terça-feira, em Curitiba, Wagner foi indagado por jornalistas sobre a possibilidade de o PT aceitar ser vice de Ciro e respondeu: “Pode. Sempre defendi que, após 16 anos, estava na hora de ceder a precedência. Sempre achei isso. Não conheço na democracia ninguém que fica 30 anos. Em geral fica 12, 16, 20 anos. Defendi isso quando o Eduardo Campos ainda era vivo. Estou à vontade neste território”.

FERNANDO HADDAD

Wagner defendeu as articulações feitas pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que também é citado como alternativa do PT a Lula, e já se reuniu duas vezes com Ciro neste ano. “O Haddad teve uma conversa sobre a economia brasileira e acharam que era sobre política eleitoral no estrito senso. Esse é o caminho. Eu continuo na minha posição. O PT vai sustentar a candidatura do Lula até que alguém diga que ele está interditado definitivamente. Ninguém traça uma estratégia já pensando em plano B”, afirmou.

Pimenta

Bombeiros voltam atrás e confirmam 44 vítimas após incêndio em SP

Sobe para 44 vítimas do incêndio que atingiu um prédio na manhã desta quarta-feira (02) no Largo do Paissandu, em São Paulo. Durante a madrugada, o Corpo de Bombeiros tinha informado a redução do número para 29, mas voltou atrás.

De acordo com o G1, entre as vítimas está um homem que era resgatado pelos bombeiros no momento do desabamento do prédio. Não há informação sobre possíveis mortos. O prédio era ocupado por 372 pessoas, de 146 famílias.

Ainda conforme o site, o trabalho vai ser concentrar em três frentes: o rescaldo e o resfriamento do local para evitar outros focos de incêndio, as buscas pelo desaparecido e a liberação de algumas vias da região. Uma retroescavadeira estava sendo utilizada para retirada de alguns escombros do local.

Os bombeiros devem levar 48 horas para começar a mexer na estrutura do edifício e a estimativa é que os trabalhos no local durem ao menos uma semana. As equipes de resgate vão usar nas buscas câmeras que detectam calor instaladas em drones. A câmera térmica é capaz de separar o calor da pele humana e detectar pessoa com sobrevida.

Correio

Após denúncias, clube afasta técnico acusado de abuso sexual

O clube Mesc, de São Bernardo do Campo (SP), afastou nesta segunda-feira (30) o técnico de ginástica artística Fernando de Carvalho Lopes. A instituição emitiu nota em seu site oficial e informou que a decisão foi tomada após denúncias de que ele teria abusado de ao menos 40 jovens ginastas.

“Considerando a gravidade das acusações que recaem sobre o colaborador Fernando de Carvalho Lopes, veiculadas pela mídia na data de ontem, o clube MESC, por meio de sua administração, resolveu reforçar as cautelas anteriormente adotadas e determinou o afastamento do colaborador em questão de todas suas atividades nas dependências do Clube, até o final da apuração dos fatos pelas autoridades competentes. Reiteramos nosso compromisso com a segurança e bem-estar de nossos associados e visitantes”, publicou o clube.

A denúncia foi feita na edição de domingo (29) do programa Fantástico, da TV Globo. O treinador negou todas as acusações e afirmou que “tem a consciência tranquila” e que quem o acusa “vai ter que provar na Justiça”.

De acordo com a reportagem, Fernando de Carvalho Lopes teria cometido os abusos sexuais durante vários anos em treinos, testes físicos e também em viagens com vários atletas. A polícia passou a investigar o caso a partir da denúncia de um garoto de 13 anos, identificado como a primeira vítima a relatar o fato.

Fernando de Carvalho Lopes já havia sido afastado da seleção brasileira da modalidade um mês antes do início dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, quando surgiram as primeiras acusações. O treinador sempre trabalhou com as categorias de base, começou no vôlei e mudou para a ginástica.

O Mesc explicou que não havia afastado o treinador anteriormente por falta de provas. Mas afirma que sempre se preocupou com a situação, tanto é que mudou a atividade dele dentro do clube. “Há dois anos, quando do surgimento das primeiras acusações, o Sr. Fernando de Carvalho Lopes foi de imediato e, por cautela, transferido para serviços administrativos, não mantendo desde então qualquer contato direto com atletas e alunos da ginástica”, escreveu.

Também informou que a administração do clube nunca havia recebido nenhuma reclamação sobre o treinador durante os 20 anos em que faz parte do quadro de funcionários. Por fim, avisou que “jamais foi ou será conivente com qualquer tipo de conduta indevida ou criminosa, e assim continuará, sempre prestando serviços de qualidade aos associados e cidadãos do ABC”, finalizou.

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia