WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Blog

Após desabastecimento, Bahia recebe doses de pentavalente ’em quantidade insuficiente’

Depois de passar por um problema de desabastecimento da vacina pentavalente em setembro deste ano (lembre aqui), a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) voltou a receber remessas “com alguma regularidade” do imunizante que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e hemófilo B.

 

No entanto, a secretaria reconhece que os estoques que a pasta vem recebendo do Ministério da Saúde ainda não são “em quantidade suficiente para abastecimento de todas as unidades de saúde”. Ainda assim, a pasta afirma que não há desabastecimento. A última remessa recebida pela Sesab foi na semana passada.

 

O problema de desabastecimento enfrentado neste ano pelos municípios baianos foi um reflexo da interdição de três lotes do imunizante em julho. A empresa “Biologicals E. Limited”, responsável pela produção e importação das vacinas utilizadas no Brasil, de origem indiana, foi alvo de uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com o documento, a interdição se deu “considerando os resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto conforme evidenciado nos laudos de análise”, feitos pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Na publicação a medida ainda foi classificada como “de interesse sanitário” (entenda aqui).

 

Dias depois, após resultados de inspeções considerados insatisfatórios, a Anvisa determinou a suspensão da importação, distribuição e uso da vacina pentavalente produzida pelo laboratório indiano (saiba mais aqui).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar